13 curiosidades sobre cartões de crédito

Por: Da Redação em 16/10/2019
13 curiosidades sobre cartões de crédito

Não é de hoje que o cartão de crédito é um dos métodos de pagamento mais utilizados para transações financeiras. Porém, se este já era um método extremamente popular, com chegada da tecnologia essa modalidade sofreu um verdadeiro ‘boom’, graças as contas digitais.

Com tamanha facilidade e segurança oferecidas por essa modalidade, nada mais normal que o aumento da utilização dos cartões de crédito que se tornaram um dos meios de pagamento mais utilizados em todo o mundo. Dito isso, é normal que quando pensamos em cartão de crédito, logo se vem à cabeça: compras e contas.

No entanto, há fatos e curiosidades sobre esse mecanismo que poucas pessoas conhecem. Como por exemplo quem foi o inventor dos cartões de crédito, ou o motivo deles ter tantos números. Aproveitando essa falta de conhecimento, a UNUM resolveu criar uma lista com 13 curiosidades e fatos que poucas pessoas sabem.

1 – Afinal, quem criou o cartão de crédito?

Tudo começou no ano de 1949. O cartão de crédito foi criado pelo ex-militar australiano Frank McNamara. Mas o mais curioso é a forma como ele inventou tal advento. A brilhante ideia surgiu durante um jantar em Nova Iorque, depois que McNamara esqueceu sua carteira em casa e ficou sem meios para pagar a conta dependendo somente dos seus amigos.

Foi então que ele pensou em criar um documento que fosse aceito por vários estabelecimentos. Franck conversou com seu advogado Ralph Schneider e propuseram-se a fundar um clube de comensais que lhes permitisse jantar sem precisar de dinheiro. As contas seriam pagas mediante a apresentação do nome apenas. Ou seja, o ‘primeiro cartão de crédito’ na verdade era um crediário, onde a pessoa apenas assinava sua conta e depois pagaria sua ‘fatura’.

2 – Quem emitiu o primeiro cartão de crédito?

Porém, o primeiro formato durou pouco tempo antes de se tornar algo próximo ao que temos hoje. Com a ideia do cartão de crédito bem validada, nasceu o primeiro emissor de cartões de crédito do mundo. E a primeira empresa não foi nada mais nada menos que a famosa Diners Club, criada pelo próprio Frank McNamara. O nome Diners Club, que traduzindo para o português, significa “Clube do Jantar”, é em homenagem aquele jantar em que ocorreu a ideia brilhante.

3 – A ideia foi vendida a preço de banana!

Porém, como é comum acontecer, a ideia revolucionária de Franck McNamara acabou sendo vendida a ‘preço de banana’. Em 1952, McNamara vendeu suas ações na Diners Club por 200 mil dólares a seus dois parceiros, pensando que o produto financeiro que ele criou era apenas uma “modinha” passageira.

Apesar disso, na época ele já tinha 20 mil pessoas utilizando o cartão de crédito da Diners Club. Apesar de na época esse ser um valor astronômico, para valores atuais seria algo em torno de R$ 17,5 milhões. Você teria coragem de vender essa ideia sabendo que você tem 20 mil clientes ativos, com grandes prospecções para o futuro?

4 – O cartão de crédito tem medidas universais

Lembrando que os primeiros cartões de crédito eram de papel, com o passar dos anos nada mais normal que ele ser substituído por outro material. E o escolhido para a confecção dos ‘novos’ cartões foi o plástico. Com isso, foi definido também que o cartão de crédito deveria possuir medidas universais a serem obedecidas por todos os emissores do mundo. Ficou definido o formato de 85,60 mm x 53,98 mm.

5 – Compraram uma cidade inteira com cartão de crédito!

Porém foi em 1989 que aconteceu a maior transação com cartão de crédito na história. Como não existia limite, você acredtia que que conseguiram comprar uma cidade inteira com apenas um cartão de crédito?

E não é mito, alguém realmente fez isso. A autora desse feito foi a atriz Kim Basinger, que comprou a cidade de Braselton no estado da Geórgia, nos Estados Unidos, pelo valor de 20 milhões de dólares.

6 – Maior utilização no mundo!

Com tanta evolução, chegamos aos dias atuais, onde são realizadas até 10 mil operações por segundo com cartões de crédito em todo o mundo. Se parar para pensar, apenas enquanto você lia essa frase, foram feitas mais de 40 mil transações com cartão de crédito no mundo. Não atoa, esse recurso é considerado um dos métodos de pagamento mais usados. Outra curiosidade é que 10% da população mundial possui mais de 10 cartões de crédito.

7 – Quantos cartões existem no mundo?

Agora vamos mostrar um pouco dos números impressionantes que os cartões de créditos já alcançaram. Atualmente existem cerca de 5 bilhões de cartões de crédito em uso. Isso mesmo, nada menos que 5.000.000.000 (escrevemos por extenso para você ter noção da quantidade. Esse número equivale a 0,7 cartões por pessoa, de acordo com o último senso mundial. Além disso, se fossem colocados lado a lado, esses 5 bilhões de cartões dariam a volta ao mundo 11 vezes.

E para a alegria das instituições que oferecem esse serviço, o cartão de crédito é considerado o produto financeiro mais lucrativo dos bancos, movimentando algo em torno de 30 bilhões de dólares por ano, ou aproximadamente R$ 125 bilhões.

8 – O cartão de crédito é o preferido em casos de fraude!

Apesar de tudo isso, tem um dado sobre os cartões de crédito que não merece ser exaltado. Assim como ele se popularizou ao redor do mundo com um dos melhores mecanismos financeiros, as fraudes referentes a este serviço também atingiram números enormes. Como mostra o relatório da LexisNexis, de 2013. Segundo o levantamento 40% das fraudes financeiras foram associadas a produtos de cartão de crédito e cartão de débito.

Em 2012, por exemplo, houveram 12,6 milhões de vítimas desses ‘golpes’, causando um prejuízo de cerca de 21 milhões de dólares, ou R$ 87 milhões, em fraude. Por isso, fica aqui o nosso alerta: sempre tome cuidado com o seu cartão de crédito e em hipótese alguma forneça os dados do seu cartão para qualquer pessoa. Além disso, com as contas digitais cada vez mais populares, fique ligado aos seus gastos em tempo real, assim você estará sempre monitorando tudo.

9 – Compras em outras moedas

Dentre os muitos serviços ofertados pelos mais variados cartões de créditos, vale destacar as compras em outras moedas, disponível nos cartões internacionais. Com eles, quando você faz uma compra em dólar ou qualquer outra moeda, seja no exterior ou pela Internet, você não terá o valor exato desta compra de imediato.

Isso acontece pois normalmente os cartões só definem a cotação que será cobrada sobre seus gastos em outras moedas, no dia do fechamento da sua fatura. Assim, não importa se a cotação da moeda esteja baixa no dia da compra, o valor só será contabilizado quando a operadora de cartão finalizar sua ‘conta mensal’. Mas, fique ligado, afinal com a evolução desse serviço, já existem instituições que contabilizam os valores no momento da compra, congelando a cotação da moeda em questão.

10 – Entrega de cartão de crédito pelos correios

Você já recebeu um cartão de crédito sem solicitar? Se sim, tenha muito cuidado com isso. Afinal, segundo o Código de Defesa do Consumidor, a prática de enviar cartões sem solicitação é proibida. A maioria das instituições informa que a utilização do cartão é uma escolha do cliente, porém, se ele for extraviado, por exemplo, você poderá ter problemas com seu nome sem sequer saber o motivo.

11 – A função dos números do cartão de crédito

Chegou a hora de falarmos sobre os números dos cartões de crédito e o motivo deles serem tão grandes.

O 1º dígito é referente a bandeira do seu cartão de crédito, por exemplo: o numeral 3 corresponde ao American Express ou Diners Club, enquanto o 4 é o Visa, o 5 é Mastercard e assim por diante.

Do 2º ao 6º dígito são os dados do banco emissor do cartão de crédito.

Do 7º dígito ao 15º se referem ao número da sua conta.

O último dígito é de confirmação ele que vai validar todos os números anteriores, ele é o chamado dígito de validação.

12 – Portabilidade de cartões de crédito

Assim como acontece com as operadoras de telefonia, no universo dos cartões de crédito também existe as opção de se fazer portabilidade de um banco para o outro. Isso mesmo, a qualquer momento, você pode solicitar a troca do banco emissor do seu cartão de crédito para outro, basta requerer a portabilidade.

Normalmente isso acontece quando um determinado o banco esteja cobrando taxas muito altas, assim o cliente pode escolher outra instituição que ofereça taxas melhores e até mesmo um serviço diferenciado. Mas lembre-se, para realizar este tipo de procedimento, deve-se entrar em contato com o banco que você deseja transferir suas contas e consultar se eles te aceitem como cliente, em caso positivo, é só solicitar a portabilidade.

13 – Pagamento mínimo

Para finalizar a nossa lista com 13 curiosidades sobre os cartões de crédito, vamos falar de um assunto um pouco delicado: o Pagamento mínimo de uma fatura.

Apesar de ser uma alternativa criada pra ajudar quem está em dificuldade financeira em um determinado mês ou período, o pagamento mínimo é visto como uma cilada, afinal, em um primeiro momento você irá parar pelo menos 10% do valor total de sua fatura. Mas saiba que o principal objetivo dessa opção é fazer você criar uma nova dívida! Afinal, as altas taxas de juros se concentrarão no restante do valor (não pago), aumentando consideravelmente o valor final. Por isso, evite utilizar esse serviço.

56 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*