Os 3 Tipos de Seguro Que Todo Mundo Deve Ter

Investimentos tornam adversidades menos complicadas para você e sua família

Por: Gustavo Aguiar em 26/09/2020

Há quem pense que pagar um seguro é jogar dinheiro fora, mas na verdade ele é um investimento.

O seguro é algo que você paga mas, sinceramente, não deseja precisar um dia, porque ele cobre uma eventual tragédia que pode acontecer com você ou com sua família, e te socorre quando você precisar.

Como Funciona Um Seguro?

O seguro nada mais é do que uma forma de gerenciar riscos. Quando você compra um, é transferido o custo de uma perda potencial para a seguradora, em troca de uma taxa.

As seguradoras, por sua vez, investem seu dinheiro de forma que haja um rendimento e eles possam pagar quando há um sinistro.

Conheça quais são os principais tipos de seguro do mercado, invista já em segurança e tranquilidade financeira.

1. Seguro de Vida

A  nossa vida é muito incerta, por isso é recomendado nos precaver para suprir as necessidades da nossa família caso algo aconteça conosco.

É assim que funciona o seguro de vida: ele garante aos beneficiários do segurado um amparo financeiro em casos de morte ou invalidez permanente.

O seguro de vida é personalizado e nele você ainda pode incluir coberturas adicionais, baseadas no seu dia a dia e no riscos que podem ser mais comuns para você, como:

  • Invalidez permanente por acidente: Cobre acidentes que invalidam o segurado quando o mesmo sofre danos nas partes vitais do seu corpo. Seu valor de indenização é proporcional à lesão e tem o limite estabelecido na apólice.
  • Cobertura de Majoração:  Seguro de um membro do corpo específico usado para o sustento do beneficiário, como as pernas de um jogador de futebol. Assim, caso haja algum dano a este membro segurado e o impeça de trabalhar, o beneficiário recebe o valor do seguro para seu sustento.
  • Auxílio Funeral: Garante o reembolso dos custos referentes ao funeral do segurado caso ele venha a falecer durante o período de vigência do seguro.
  • Antecipação Por Doença Terminal: Se o beneficiário comprovar uma doença irreversível em fase terminal, existe a possibilidade de antecipar a indenização por morte.
  • Diárias por incapacidade temporária: Muito usada por trabalhadores liberais como motoristas de táxi, ou aplicativo, esse seguro ressarce as diárias que o profissional não conseguiu trabalhar caso sofra algum acidente, ou seja acometido por alguma doença.
  • Despesas médico-hospitalares e odontológicas: Cobre gastos com tratamentos médicos ou odontológicos em acidentes que estejam previstos na apólice. O seguro viagem é um exemplo desta cobertura adicional.

Descubra aqui porque vale a pena contratar um seguro

Quais os Preços do Seguro de Vida?

Os valores do seguro de vida variam conforme os tipos de cobertura, a seguradora escolhida para fazer a apólice e o valor da indenização.

Ao efetuar a cotação do seu seguro de vida, sua idade e as condições da sua saúde também são muito importantes na hora de cobrar o seguro.

Abaixo separamos pra você os custos do seguro de vida individual e simples das maiores seguradoras do país, mas sem cobertura adicional:

SEGURADORA NOME DO SEGURO VALOR MENSAL
Banco do Brasil BB Seguro Vida – Plano Básico R$ 9,74
Bradesco Proteção Vida Bradesco R$ 14,58
Caixa Seguradora Fácil Assistência Premiada R$ 14,90
Porto Seguro Vida Mais Simples R$ 4,00
Youse Seguro de vida R$ 10,00

 

2. Seguro de Automóvel

Esse provavelmente é o seguro mais contratado no Brasil. Como os veículos estão expostos a roubos, danos, acidentes e problemas mecânicos a grande maioria dos proprietários de automóvel decide contratar este seguro.

Assim como o seguro de vida, o seguro de automóvel é personalizado de acordo com o que o cliente considera importante para ele.

Entre as principais coberturas encontradas nas apólices dos seguros de veículos se destacam:

  • Colisão
  • Capotagem
  • Queda de objetos externos sobre o veículo
  • Danos causados por terceiros
  • Acidentes
  • Danos causados por forças da natureza
  • Incêndio ou explosão
  • Roubo ou furto parcial ou total do veículo
  • Reboque

Coberturas Adicionais

Se preferir, o beneficiário pode optar por solicitar coberturas adicionais, cujos valores serão acrescentados à apólice, como as garantias de indenização nos acessórios do veículo, blindagem, reparo ou reposição de vidros, kit gás, auxílio mecânico ou carro reserva.

Veja nesse link quando você deve cancelar o seguro do seu carro.

Valor do Seguro

O seguro de automóvel é calculado em cima de vários fatores: modelo do carro, ano, idade do motorista, sexo do motorista e as coberturas adicionais. O cliente pode optar por pagar o valor anual ou dividi-lo em 12x.

A revista Valor Investe publicou uma matéria baseada em pesquisas informando que o valor do seguro de automóvel para mulheres é mais barato do que para os homens, por exemplo.

Abaixo separamos o valor do seguro anual dos 3 automóveis mais vendidos em 2019 para mulheres em São Paulo.

Carro Preço Médio
Chevrolet Onix Joy 1.0 R$ 1.845 ou 12x de R$ 153,45
Ford Ka S 1.0 R$ 1.243 ou 12x de R$ 103,59
Hyundai HB20 Unique 1.0 R$ 2.130 ou 12x de R$ 177,50

 

3. Seguro de Casa

Proteger seu patrimônio é fundamental para quem busca uma organização financeira, e essa é a principal função do Seguro de Casa.

Os fatores mais comuns nos contratos desse tipo de seguro são:

  • Roubos diversos
  • Queda de raios e explosão causada por gás
  • Incêndios
  • Desmoronamento
  • Vandalismo ou qualquer outro dano físico que venha a acontecer.

No entanto, seguindo a linha dos demais tipos de seguros, o cliente pode personalizar sua apólice com pequenos reparos na estrutura e serviços e encanador, chaveiro, eletricista, vidraceiro, bombeiro, entre outros.

Para quem possui casa própria o Seguro patrimonial é interessante pois sempre há um pequeno conserto a se fazer, e prevenir-se contra os imprevistos do dia a dia te poupa de muita dor de cabeça.

O Que São Bens Não Compreendidos no Seguro?

São todos os bens especificados na apólice, que a seguradora não indenizará os prejuízos. Na maioria das vezes são:

  • Pedras, metais preciosos, obras e objetos de arte em geral, bens de grande valor que facilmente  são destruídos ou danificados pelo incêndio, jóias, raridades, etc.;
  • Manuscritos, plantas, projetos, papel-moeda, selos, cheques, papéis de crédito, moedas cunhadas, livros de contabilidade, etc.;
  • Bens de terceiros, exceto quando tais bens estiverem sob a responsabilidade do segurado para reparos ou manutenção e desde que existam registros (documentos) comprovando, através de notas fiscais ou ordem de serviço, a sua entrada e existência no local segurado.

Qual o Valor do Seguro Residencial?

Assim como os demais seguros, seu valor varia conforme a localização, tamanho e conservação do imóvel. A revista Valor Investe afirma que um seguro residencial custa em média, R$ 456,55 por ano, e tal produto é considerado acessível, em relação a todos os transtornos que ele pode minimizar.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*