N26: Banco Digital, Futuro Rival do Nubank, é Autorizado a Operar no Brasil

Além de conta digital, a nova empresa pretende oferecer serviços como crédito pessoal e investimentos.

Por: Alison Pitangueira em 13/01/2021

O N26, banco digital alemão semelhante ao Nubank, recebeu autorização do Banco Central (BC) para operar no Brasil. A empresa, que havia anunciado em 2019 os planos de atuar no país, oferece há alguns meses uma lista de espera, em seu site oficial.

Além de conta digital, o banco planeja oferecer outras modalidades de serviços, tais como crédito pessoal e investimentos.

Como Vai funcionar o N26?

Sob o nome jurídico N26 Sociedade de Crédito Direto, a operação brasileira do banco alemão será baseada na cidade de São Paulo (SP).

O N26 é controlado pelos fundadores austríacos Valentin Stalf e Maximilian Tayenthal, mas a implantação no Brasil é coordenada desde 2019 por Eduardo Prota, que atuou em empresas como o Santander e a Cielo.

De acordo com o “Valor”, Prota explicou, no ano passado, que o banco alemão vai oferecer produtos próprios e de parceiros.

O executivo afirmou ainda que a empresa vai contar com várias opções de planos de assinatura, que vão oferecer vantagens exclusivas para os seus clientes.

Outro detalhe bastante interessante: o site da empresa garante que não haverá “taxas escondidas”, nem “custo de manutenção”.

Controle Total Das Despesas

Assim como alguns concorrentes, o aplicativo do banco conta com recursos para clientes controlarem as próprias despesas.

Um destes recursos é o Spaces, em que é possível criar subcontas para que você alcance metas, como guardar dinheiro para viajar, por exemplo.

N26 já tem cinco milhões de clientes espalhados por vários países.

Prestes a ser lançado aqui no Brasil, o banco digital alemão atua em 26 países e vem registrando crescimento considerável em sua base de usuários.

Fundado em 2013, o N26 lançou a conta digital em 2015 e alcançou a marca de 3,5 milhões de clientes em junho de 2019. No início de 2020, a empresa chegou a 5 milhões de clientes.

Desde sua criação, o N26 já levantou uma quantia considerável: cerca de US$ 570 milhões em rodadas de investimento.

Com cerca de 1.500 funcionários em escritórios de cidades como Berlim, Nova York, Barcelona, Viena e São Paulo, a empresa, hoje em dia, é avaliada em cerca de US$ 3,6 bilhões.

FINTECHS Invadem o Mercado e Conquistam os Brasileiros

A tecnologia tem invadido as esferas da vida e cada vez avança mais casas. No mercado financeiro não é diferente.

Empresas financeiras que só funcionam por meio da tecnologia, as chamadas fintechs, se desenvolvem oferecendo diversas facilidades para o usuário.

Atualmente há no Brasil mais de 740 fintechs que vão de bancos digitais a empresas que permitem pagamentos eletrônicos, passando por aquelas que fazem transferências internacionais de dinheiro.

Cada uma dessas empresas tem as suas características próprias, mas o ponto que as une é o foco na busca por soluções digitais para problemas que sempre envolveram muita burocracia.

As fintechs do Brasil surgem como alternativas nacionais a serviços que já eram ofertados mundo a fora. O desenvolvimento de um mercado financeiro tecnológico apresenta novas facilidades para os brasileiros, mas também significa um novo impulso para o setor nacional de serviços.

Bancos Digitais: Nubank x N26

Os bancos digitais trouxeram uma inovação muito aderente às demandas atuais.

Todos os processos bancários – da abertura da conta às transações – são feitas pela internet. Não há mais a necessidade de separar documentos nem se deslocar a uma agência bancária para resolver problemas. As soluções estão diante de um clique.

Outro ponto interessante e que agrada ao bolso do brasileiro é a ausência de taxas abusivas.

No Nubank, por exemplo, não há taxa de abertura de conta e serviços como transferência, TED, depósito via boleto e emissão do cartão com função débito. Porém o serviço cobra uma tarifa de R$ 6,50 a cada saque, relativo ao valor cobrado para o uso da rede externa na parceria: Banco 24h e Saque e Pague.

O alemão N26, que já recebeu autorização do Banco Central (BC) para atuar como banco digital no Brasil, permite que os interessados já se cadastrem na lista de espera.

Nos países em que ele já está em operação, é possível abrir conta sem saldo mínimo e sem taxas de abertura e manutenção. Os saques em caixa eletrônico podem ter alguma limitação a depender do tipo de conta.

Para quem tem como comprovar residência no exterior já é possível usufruir desses benefícios, desde que o correntista tenha mais de 18 anos e esteja com a documentação em dia.

Se você tem interesse em abrir sua conta gratuita no Nubank, clique no botão abaixo!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*