Black Friday Brasil: Ofertas já Começaram Nas Principais Lojas

Expectativa é que as vendas online batam recordes este ano

Apesar de a Black Friday de verdade ser apenas sexta-feira (27), no Brasil é tradição as principais lojas de e-commerce, estenderem suas ofertas por mais dias, formando o que é chamado de “semana Black Friday”.

A data é um dos eventos mais aguardados pelo comércio varejista em todo o planeta e, por aqui, não é diferente. Por conta disso, as promoções já começaram com a maioria das lojas antecipando as ofertas desde o início desta semana.

Expectativa é de recorde

A Neotrust/Compre&Confie estima que a Black Friday deste ano será 77% maior que a do ano passado, com quase 11 milhões de pedidos e R$ 6,9 bilhões em faturamento. A Ebit|Nielsen é mais conservadora e acredita em uma alta de 27% nas vendas comparadas a 2019.

A data sempre foi um marco das vendas digitais e promete ser uma prova de fogo do e-commerce brasileiro em ano de pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O efeito das restrições às lojas físicas fará crescer em 70% o comércio eletrônico neste ano, segundo projeção da Neotrust.

E o movimento não se limitou aos grandes varejistas, já que pequenas e médias empresas também tiveram 118% de crescimento de faturamento online apenas entre fevereiro e agosto deste ao.

Varejistas já estão com promoções

Sabendo desta disputa, que promete ser uma das maiores da história, três das grandes varejistas já estão com ofertas para seus clientes, com o objetivo de, o quanto antes, atingir as metas de venda que, apesar da crise, são ousadas. As Americanas, Submarino e Shoptime já estão anunciando suas ofertas, com o objetivo de “fisgar” o cliente antes mesmo da data máxima do evento, a próxima sexta-feira.

Cada uma delas já está com suas estratégias montadas e em busca de oferecer o maior número de ofertas possível aos clientes. Antes de comprar, pesquise bem, observe se o produto (ou produtos) de fato cabe em seu orçamento, para que você não tenha dor de cabeça no futuro!

A seguir, a gente te indica três das maiores varejistas do país, para que você escolha a que melhor encaixa em seu orçamento, bem como a que oferece as melhores condições para seu bolso, nesta Black Friday! Veja:

Lojas Americanas

Na Black Friday das Lojas Americanas, a estratégia para enfrentar as concorrentes do varejo passa por oferecer descontos, mas também a possibilidade de cashback e a conveniência de poder retirar os produtos na loja física, além de o consumidor poder contar com uma entrega acelerada.

De acordo com Leonardo Rocha, head de marketing das Americanas, a Black Friday terá uma tríade de descontos, cashback e entrega rápida, com até 30% dos pedidos entregues em até 24h. Mas segundo ele, a infraestrutura de entregas das Lojas Americanas é um diferencial perante os principais concorrentes.

“A primeira coisa que o cliente quer é uma oportunidade de comprar produtos com um desconto bom. Mas, sem dúvida teremos muito cashback, vai ser muito importante dar o valor de cashback. Além disso, outro ponto é a entrega rápida. Cada vez mais é importante para o cliente e estamos totalmente focados nisso”, disse o executivo.

As Lojas Americanas prometem ainda surfar a onda de “lives”, que tomaram conta do Brasil durante a pandemia. A varejista irá realizar, a partir do dia 26 deste mês, uma live no Youtube, onde oferecerá descontos exclusivos para quem participar da transmissão. Para mais detalhes do que está sendo oferecido e comprar pela Americanas, clique no botão abaixo.

Submarino

O Submarino também participa da Black Friday, com descontos antecipados durante todo o mês de novembro. O site está com produtos com “preço garantido”, ou seja, isso significa que caso o item comprado agora esteja mais barato no dia da Black Friday, a empresa vai dar a diferença em dobro para o cliente.

Já a Submarino Viagens, oferecerá, durante todo o mês de novembro, cupons de desconto, passagens pela metade do preço e hotéis com até 40% de desconto. No entanto, para participar da promoção, os consumidores precisam fazer a inscrição na “Lista VIP”, disponível no site.

Para mais detalhes da Black Friday no Submarino, clique no botão abaixo.

Shoptime

O Shoptime está promovendo o Festival Black November, uma Black Friday antecipada e estendida que já está no ar. O evento tem a programação dividida em palcos, como um festival de música, e prossegue com shows de grandes artistas, especiais na TV, lives no Instagram e ofertas em todos os departamentos até o final deste mês.

O Palco Black já recebeu as apresentações de Wesley Safadão, Sorriso Maroto e a banda Melim. Na próxima quinta (26), véspera da Black Friday, é a vez do show da cantora Ludmilla, às 20h. Já na sexta-feira (27), a partir das 19h, os convidados são Simone & Simaria e Luan Santana.  Os shows são exibidos no canal do Shoptime no Youtube e no canal Shoptime (NET canal 29 e 529; Sky canal 33 e 433; e Oi TV canal 78).

Para mais detalhes da Black Friday Shoptime, clique no botão abaixo.

Quer saber mais? O que cada uma das varejistas está preparando para você consumidor? Quais cuidados você deve tomar antes de ir às compras? Acompanhe, na sequência, com a gente!

Cuidados que você deve ter ao comprar online na Black Friday

A Black Friday é um período de compras bastante intenso. As movimentações financeiras nessa época do ano crescem bastante, mas as fraudes também. É por isso que é tão importante ficar alerta para não cair em golpes ou simplesmente acabar saindo no prejuízo na hora de fazer suas compras online.

Confira, a seguir, cinco dicas valiosas para que você não saia no prejuízo, ao realizar suas compras neste evento, tão aguardado, não só pelo comércio, mas também por você consumidor! Acompanhe:

Desconfie de preços muito baixos

É verdade que a Black Friday é um período de promoções e algumas lojas realmente capricham no desconto. Entretanto, não é costume do varejo no Brasil oferecer produtos “praticamente de graça”. Se os preços estiverem muito baixos, beirando quase o ridículo, desconfie imediatamente. É muito provável que essa “oferta” seja apenas uma “isca” para você inserir seus dados financeiros e cair em uma armadilha que vai roubar suas informações.

Não compre por impulso

Outra dica importante em relação à Black Friday é uma recomendação, válida também para todas as épocas do ano: não compre por impulso. Neste período, especialmente, as chances de isso acontecer são maiores já que os descontos oferecidos por algumas lojas são mais generosos.

Apesar disso, sempre avalie se você realmente precisa comprar o item desejado. Muitas pessoas acabam se endividando na Black Friday simplesmente porque não poderiam deixar de aproveitar algumas promoções. No final das contas, os preços baixos não compensam a dor de cabeça de dívidas por produtos que você nem precisava tanto assim.

Fique de olho no histórico de preço

Um “truque” que pegou muita gente de surpresa em edições anteriores da Black Friday foi oferecer alguns produtos pela “metade do dobro”, ou seja, alguns dias antes do período de ofertas, certas lojas aumentam o preço de determinados produtos simplesmente para reduzir esses valores com “descontos” significativos.

Para evitar esse problema, a dica é ficar de olho no histórico de preço dos produtos que você quer comprar. Por exemplo, digamos que você esteja pretendendo comprar um smartphone novo. A recomendação é saber quanto o aparelho custa normalmente e comparar com preço da Black Friday para saber se ele realmente ficou mais barato.

Confira as condições de troca

Pode ser que muitos itens comprados na Black Friday não sejam exatamente como você esperava, por exemplo, o tamanho ou a numeração de uma peça de roupa não esteja batendo com o esperado. Nesses casos, a troca é a solução, mas é preciso estar atento às regras durante esse período do ano.

Algumas lojas estabelecem condições específicas para conseguir dar conta da demanda. Pode ser que alguns itens também estejam indisponíveis para a troca, como é o caso de peças de uma coleção antiga e que pararam de ser produzidas. Portanto, observe atentamente as regras que regem a política de trocas das lojas.

Dê preferência ao cartão de crédito

Na época da Black Friday, uma das formas mais comuns de aplicar golpes é por meio dos boletos. Como as pessoas estão fazendo muitas compras com frequência, podem acabar pagando algo que não comprou de fato, resultando em um prejuízo que pode ser bastante significativo.

Nesse caso, a dica é sempre verificar os dados do boleto e os valores acertados. Se possível, dê preferência para o cartão de crédito, que é uma forma de pagamento mais segura. No entanto, é preciso tomar cuidado com a quantidade de parcelas em algumas compras, evitando dividir o valor em muitas vezes para não correr o risco de perder o controle financeiro.

         
Alison Pitangueira
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*