Como aproveitar melhor o 13º salário neste fim de ano

Por: Da Redação em 09/02/2021

Em um ano caótico como o de 2020, no qual a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) devastou a economia de milhões de brasileiros, a chegada do 13º salário vem como um alento para essa parcela significativa da população. A primeira parcela do benefício deve ser paga até 30 de novembro, enquanto a segunda deve ser quitada até 20 de dezembro.

Não à toa, com a chegada do benefício, os meses de dezembro a janeiro são o período em que os consumidores mais gastam, de acordo com pesquisa da Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP). Porém, é possível gastá-lo com mesura, você sabia?

É o que explica o head de operações da Simplic João Figueira, “Muita gente utiliza o 13º para pagar dívidas, mas ele pode ter outras funções no fim do ano, pode ajudar na ceia e nos presentes de Natal, por exemplo, já que o valor extra movimenta grande quantidade de recursos e aumenta as vendas nos comércios”, comenta. Abaixo, o especialista dá algumas dicas de como esse benefício pode ser investido e usado de outras formas neste final de ano.

Ceia de Natal

O 13º pode ser utilizado para ajudar nos gastos da ceia de Natal. João indica que seja feita uma pesquisa de valores de cada item utilizado na festa, assim é possível comparar preços e aproveitar promoções. O Serviço de Proteção ao Crédito divulgou um estudo que mostra que quase 43% de brasileiros usará parte do 13º para compras natalinas.

Presentes

Fim de ano é época de presentear as pessoas queridas. o 13º salário pode ser útil na compra dos presentes, que também devem ser escolhidos e pesquisados com antecedência. Quanto mais perto das d atas comemorativas, mais altos os preços ficam.

Investimento

João também recomenda o investimento de uma parte do dinheiro, para que ele renda um pouco mais e possa ser útil em planos futuros, como viagens e aquisições mais caras. Segundo a Bolsa de Valores do Brasil, nos primeiros seis meses do ano, a bolsa atingiu o número máximo de investidores: 2,24 milhões.

Não parcelar

O head de operações finaliza indicando que não se deve parcelar compras feitas com o 13º salário, pois as parcelas podem durar muito tempo e o dinheiro pode ser necessário para outras despesas nesse período. Prefira realizar compras à vista.

O que é o 13º salário?

O 13º salário, também conhecido como gratificação de Natal, foi instituído no Brasil em 1962. Ee é uma remuneração extra, que é paga no fim do ano, ao trabalhador, de forma proporcional ao período trabalhado ao longo do ano.

O valor do 13º salário corresponde a um salário de um mês trabalhado na empresa. Porém, nos casos em que o colaborador tenha sido contratado durante o ano, ele receberá o valor proporcional aos meses trabalhados.

Quando o 13º salário deve ser pago?

O 13º é pago em duas parcelas, sendo que a primeira é paga entre fevereiro e novembro de cada ano ou nas férias do contratado, sendo que, nesse caso, ele deverá solicitá-la por escrito ao empregador. Esse adiantamento corresponde à metade do salário recebido pelo trabalhador no mês anterior ao pagamento. O prazo máximo para que o trabalhador receba essa primeira parcela é 30 de novembro.

A segunda parcela, por sua vez, deve ser paga até o dia 20 de dezembro. Caso as datas caiam em domingos ou feriados, eles devem ser antecipados para o último dia útil anterior.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*