Como investir e fazer com que seu dinheiro renda mais do que na poupança?

Por: Da Redação em 09/02/2021

Com mais um corte de 0,75 ponto percentual na taxa básica de juros do Brasil, a Selic, o rendimento da poupança vai ficar, consequentemente, menor, aumentando a possibilidade de as pessoas “perderem” dinheiro a depender da inflação do ano. O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) promoveu a mudança, na semana passada, fazendo com que a taxa Selic fique em 2,25% ao ano. Este é o menor valor de toda a série histórica, iniciada em junho de 1996.

Como a poupança rende hoje 70% da taxa Selic, o dinheiro renderia 1,57% em um ano, considerando que nenhuma dessas taxas oscile no período. A inflação prevista para 2020 pelo mercado financeiro, contudo, está um pouco maior, em 1,6%.

“Qual é a verdade? Se tem aversão a risco, faça aplicação financeira estável, mesmo que renda pouco. Mas quem já é aplicador e gosta de risco naturalmente vai procurar algo mais volátil”, diz o coordenador do MBA de gestão financeira da FGV, Ricardo Teixeira.

Dessa forma, alguns investidores devem estar pensando em sair da poupança. Este é o seu caso? Você deseja se arriscar um pouco mais e, lá na frente, ter um rendimento maior que o da poupança? Quer saber mais onde e como investir?

Continue conosco, pois na sequência vamos te mostrar algumas opções que podem te beneficiar em um futuro nem tão distante assim!

Investimento na Bolsa de Valores

Uma dessas alternativas é a Bolsa de Valores, que tem apresentado uma melhora nas últimas semanas, apesar de ainda oscilar bastante. A bolsa brasileira, a B3 (antiga Bovespa), registrou desde o início do ano mais de 700 mil novos investidores.

O analista chefe da Toro Investimentos, Rafael Panonko, considera também a possibilidade do day trade, que consiste em comprar um ativo e vendê-lo no mesmo dia. Ele explica que é preciso, neste caso, tempo e dedicação: funciona como um trabalho alternativo.

“O day trade acaba surgindo com a possibilidade de as pessoas fazerem uma renda extra. É mais que um investimento, é como uma atividade, pois é de curto prazo. Exige tempo, conhecimento e capital básico”, detalha Panonko.

É preciso separar um horário, um turno, para colher resultados consistentes. Se a pessoa tem só uma hora, por exemplo no horário do almoço, não funciona. É como se ela estivesse jogando, e acaba sendo um jogo de azar

“, complementa o especialista.

## Investimento em negócio próprio
Além da Bolsa de Valores, o especialista em finanças, Ricardo Teixeira, recomenda também que as pessoas comecem a pensar em investir em algum negócio, que, segundo ele, pode dar um retorno favorável durante os próximos anos, mesmo com a crise do novo coronavírus.

Se alguém está pensando em correr um risco maior, tem que avaliar bem se pode perder dinheiro

“, pontua Ricardo Teixeira.

## Investimentos em títulos públicos
Não é todo mundo que tem esse dinheiro extra para arriscar com investimentos de alta volatilidade, não é mesmo? Para quem tem um perfil mais conservador, é recomendado aplicar o dinheiro em títulos fixos.

A planejadora financeira Annalisa Dal Zotto, sócia da ParMais, cita dois exemplos que podem render bem mais que a poupança, contudo ela ressalta que, em ambos, é preciso aplicar o dinheiro e deixá-lo por um longo período.

Se o prazo é daqui a cinco anos, fica bem melhor investir esse dinheiro em títulos públicos, como o tesouro prefixado ou o tesouro-inflação

“, explica a especialista da ParMais.

A rentabilidade anual do tesouro prefixado está em 4,15%, mas com vencimento apenas em 2023. O tesouro IPCA tem rentabilidade da inflação do ano mais 2,66%, com término em 2026.

Annalisa explica que a renda fixa de curto prazo está rendendo pouco mais do que a poupança, mas talvez não valha a pena fazer essa troca, ainda mais se for pouco dinheiro. “A gente pode buscar um fundo de renda fixa, mas vai pagar taxa de administração e vai acabar sendo igual à poupança”, finaliza a planejadora financeira.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*