Compras Por Impulso: Como Acabar Com Esse Problema

Evite desperdício de tempo e dinheiro e foque nos grandes objetivos da sua vida.

Por: Da Redação em 13/06/2019

Pesquisas mostram que quase 60% dos consumidores brasileiros fazem compras por impulso todo mês!

Um país que possui um terço de sua população endividada, precisa criar maneiras de evitar que sua vida financeira vire uma bola de neve. Para te ajudar a combater a vontade de gastar, vamos te ajudar a criar uma consciência crítica sobre esse assunto e dar dicas sobre como evitar comprar por impulso.

Por que compramos por impulso?

Vamos deixar claro: gastar dinheiro é um ato de prazer. É muito comum ver pessoas comprando carros, casas, roupas, sapatos apenas por comprar, para sentir em um curto período de tempo esse prazer em gastar.

Normalmente, uma pessoa que vicia nessa sensação, acaba virando um consumidor compulsivo! A maioria dos bens comprados, não são necessários para a vida naquele momento, e alguns vão embora sem terem sido utilizados por quem comprou. A quebra da rotina na hora de uma compra, traz felicidade. A sensação que transmite é de merecimento e recompensa por toda ansiedade e estresse do dia-a-dia.  A compra por impulso se torna um compensador do prazer cotidiano que normalmente falta na nossa rotina.

Infelizmente, a consequência disso é o atraso da sua independência financeira e o acúmulo de dívidas para você e a sua família.

Quais são os objetivos?

Quando ocorre uma compra impulsiva na rotina, há um desperdício de dinheiro e tempo! Uma pessoa que vive dessa maneira, precisa de uma coisa para começar a mudar: objetivos claros.

“ Mas quais são esses objetivos?”

Pense em alguém que tem planos de tirar ótimas férias. Ela tem um objetivo, correto? Então, para essa pessoa, fazer uma compra por impulso será um atraso para o objetivo que ela tem para o futuro, que é fazer uma viagem incrível nas suas férias. Deu para entender? Quando temos metas e objetivos para alcançar na nossa vida, temos mais força para resistir aos gastos desnecessários e focar em acumular tempo e dinheiro para termos o prazer de concluir essa meta. O prazer de uma compra por impulso nem se compara de com a sensação de concluir um objetivo de vida!

Procure priorizar os maiores objetivos e evite o desperdício de tempo e dinheiro na sua vida.

Dicas para evitar de comprar por impulso

Para te ajudar a sair desse buraco financeiro e parar de comprar por impulso, vamos te dar algumas dicas para aplicar na sua rotina e ver grandes mudanças.

1- Compare preços antes da compra

Uma dica de vida: não compre na primeira loja que você entrar!  Procure promoções e descontos antes mesmo de sair de casa. Hoje com a internet, os meios de comunicação andam mais rápido que nossas pernas e, além de economizar dinheiro, você também vai economizar tempo de procura, em um lugar muito mais confortável, sua casa.

2- Não compre coisas desnecessárias

Caso esteja com uma mega vontade de comprar coisas que não serão essenciais no momento, tente enrolar a si próprio. Dê desculpas para você mesmo e evite essa compra o mais tempo possível!  Com esse tempo ganho, você consegue avaliar a real necessidade do bem, além de analisar se o valor que quer gastar, entra no seu orçamento.

3- Liste tudo

Tudo é tudo! Procure anotar sua renda, seus gastos, suas vontades, suas necessidades. Antes de ir para o supermercado, anote tudo que tem em casa para não repetir e desperdiçar itens.

4-Priorize seus sonhos

Faça uma listinha de suas metas pessoais, financeiras e profissionais! É muito importante materializar seus objetivos para que você olhe diariamente e consiga forças para lutar contra a compra impulsiva. Tenha metinhas, metas e metonas! Procure sempre evoluir e tomar decisões bem claras para o cumprimento de todas elas.

Agora que você sabe tudo sobre compras compulsivas e como evitá-la, hora de botar a mão na massa e organizar sua vida financeira. Boa sorte!

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*