Consórcio de Viagem: O Que é e Como Fazer?

Consórcio Pode Ser uma Alternativa Para Quem Tem o Sonho de Viajar

Por: Alison Pitangueira em 27/01/2021 - 13h30

O sonho de conhecer um lugar diferente pode ser mais fácil do que se imagina. Com o consórcio de viagens, você consegue se organizar financeiramente, sem deixar que isso pese em seu bolso.

É verdade que a maioria das pessoas associa o consórcio à compra de bens, como carros ou imóveis. No entanto, saiba que serviços também podem ser viabilizados por meio dessa forma de pagamento.

E aí? Como funciona um consórcio de viagem? Como funciona a carta de crédito para um consórcio de viagem? Qual o valor das parcelas a serem pagas? Saiba estas e outras respostas, a seguir, com a gente! Boa leitura!

O que é Um Consórcio de Viagem?

O consórcio é uma excelente alternativa para que você possa tirar, definitivamente, os planos do papel. Nessa modalidade de crédito, um grupo de pessoas ou empresas têm interesse em adquirir um mesmo bem, que pode ser um imóvel, um veículo, serviços ou qualquer outro item, como uma viagem.

A empresa que administra esse grupo é responsável pelo funcionamento do consórcio, em troca da cobrança de uma taxa de administração. Então, ela calcula a divisão do valor do bem a ser comprado em várias parcelas. Todos os meses, a somatória dessas parcelas pagas por cada consorciado deve permitir a obtenção de um ou mais créditos para viagens.

Como Funciona a Carta de Crédito Para o Consórcio de Viagem?

No consórcio, você escolhe o valor da carta de crédito, isto é, o montante de dinheiro de que precisa para viajar. Então, a administradora do consórcio abre um grupo com os interessados em viagem. A partir disso, os participantes começam a pagar parcelas durante o período previsto em contrato — que, geralmente, vai de um a quatro anos.

A administradora passa a fazer a gestão desse dinheiro e dos sorteios. Quando alguém é sorteado, recebe a carta de crédito no valor solicitado e segue pagando as parcelas mensalmente até o final do período estipulado.

Para algumas pessoas, esperar até quatro anos para realizar a viagem dos sonhos pode ser tempo demais. Por isso, além do sorteio, o consórcio possibilita que o participante dê um lance e consiga a carta de crédito antes.

Nesse caso, geralmente, quem oferece mais dinheiro leva a carta de crédito. No entanto, em alguns consórcios, o lance vencedor é de quem antecipou o maior número de parcelas do pagamento.Em linhas gerais, o consórcio é uma maneira de conseguir crédito sem o pagamento de juros, funcionando por meio de depósitos mensais realizados por um grupo que tem um interesse comum.

Como São os Pagamentos e os Sorteios?

Ao fechar o contrato, você recebe um boleto para pagar as parcelas. Elas não têm juros, porém, você pagará uma taxa para a administradora. Além disso, há reajustes anuais conforme alguns índices, como o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

Em sendo sorteada, essa pessoa escolhe o destino, a agência de viagens, realiza o processo de compra e informa a administradora. Esta, por sua vez, paga o valor diretamente para a empresa contratada. Portanto, o dinheiro da carta de crédito não vai para a conta do participante.

Também é possível esperar por alguns meses para realizar essa compra da viagem. Nesse caso, o valor da carta de crédito fica em uma poupança.

Se o pacote de viagem desejado tiver um valor menor do que o da carta de crédito, você poderá usar a diferença para quitar as demais parcelas. Já para uma viagem com valor superior ao da carta de crédito, você terá que pagar a diferença.

Quero Viajar: como Escolher o Melhor Consórcio Para Isso?

Você pensa em fazer parte de um consórcio de viagem? Então, confira estas dicas que preparamos para você! Acompanhe:

  1. Confira a Reputação da Administradora do Consórcio

Uma administradora de consórcio precisa ser autorizada pelo Banco Central  (BC) para atuar nesse mercado. A lista está disponível para consulta no próprio site do órgão regulador.

Além disso, é sempre válido pesquisar sobre a reputação da empresa e opiniões de clientes nas redes sociais, bem como em sites de defesa do consumidor, como o Reclame Aqui.

  1. Estipule o Orçamento da Viagem

Você escolherá o consórcio considerando o valor da carta de crédito e não o lugar que deseja conhecer.

Por este motivo, é necessário que você faça uma projeção do valor que será gasto com a viagem, incluindo passagem, hospedagem, alimentação, passeios e custos adicionais que podem surgir.

  1. Fique Atento ao Prazo de Pagamento

Uma carta de crédito de R$10 mil, por exemplo, pode ser dividida de 12 até 48 meses.

Sendo assim, considere o prazo de pagamento para saber o quanto você está disposto a esperar para viajar, uma vez que a carta de crédito pode ficar disponível apenas após o fim do pagamento.

Qual o Valor das Parcelas no Consórcio de Viagem?

Ao fechar o negócio, o consorciado recebe um boleto para pagar as prestações. Esse boleto traz todas as informações sobre o consórcio, sendo que um exemplo de informação é sobre quantas pessoas foram sorteadas no último mês.

No consórcio de serviços, o prazo de pagamento é um pouco diferente, pois o período máximo estabelecido pelas administradoras geralmente é de 40 meses, assim você pode planejar com bastante calma aquela viagem.

O valor das parcelas varia entre R$ 516 a R$ 1666,67, dependendo do valor final do consórcio escolhido por você.

O poder de escolha está nas mãos do contratante, ou seja, adaptar os respectivos valores mensais e o prazo de pagamento às suas condições financeiras.

Quanto Pago de Juros no Consórcio de Viagem?

Como ocorre em qualquer outro consórcio, não há incidência de juros em nenhuma das parcelas a serem pagas. Vale lembrar, no entanto, que há uma taxa administrativa, que já é embutida no valor das parcelas.

Quem ganha a carta de crédito para viajar por meio do lance deve adiantar as parcelas a que se propôs.

E aí? Gostou da dica? Que tal programar a viagem dos seus sonhos com o consórcio?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*