Contas em Dólar no Brasil? Banco Central Quer Liberar

Com o intuito de abrir o mercado brasileiro para novos investidores, leis cambiais estão sendo mudadas.

Por: Eveline Miranda em 24/07/2019

Com o objetivo de facilitar a entrada de investidores estrangeiros no País e melhorar a importação e exportação brasileira, as novas leis cambiais estão sendo analisadas.
A nova lei é tão boa que, em longo prazo, pessoas físicas vão poder abrir contas em dólar no Brasil!
Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, disse que o processo será longo e gradual para adaptar essas leis que regem a compra e venda de moedas estrangeiras no país.
A conversibilidade do câmbio fará com que o Brasil tenha uma moeda regional, obtendo uma forte demanda nos países vizinhos.

Imagina, você ter dólares na sua conta e quando viajar internacionalmente, ter reais na sua conta lá? Muito chique!
Mas saiba que esse processo vai ser demorado, até porque o objetivo inicial é simplificar a legislação do câmbio.
As primeiras empresas que irão usufruir dessas mudanças são setores de seguros, óleo, infraestrutura e gás.
“Será uma lei muito menor e mais simples, para dar maior segurança jurídica.” afirmou Otavio Ribeiro Damaso, diretor da Regulação do Banco Central.
Um dos primeiros objetivos é mudar a dificuldade atual dos investidores de acessarem o
mercado de capitais do Brasil.

Você sabia que a Nubank acabou com a fila de espera do cartão?

Demanda dos Países

Existem algumas demandas em países que fazem fronteira com o Brasil e no Reino Unido, para liberar abertura de contas em reais.
“Como o Brasil representa uma grande parte do PIB da América do Sul, havendo estabilidade da economia no País, haverá uma demanda natural pela abertura dessas contas.” afirmou Roberto.

Reservas Internacionais

Uma medida foi antecipada para dar previsibilidade ao mercado, que foi a rolagem de leilões de linha. Acabou dando certo!
“Com o novo instrumento (leilões de linha prefixada) temos mais flexibilidade para dar liquidez ao mercado de câmbio quando necessário.” disse Bruno Serra, diretor de Política Monetária do Banco Central.

A redução dos ativos das reservas ligadas a commodities também foi citada pelo diretor Serra:
“ O objetivo é rever a eficiência dos nossos instrumentos de reserva, e não discutir os níveis de reservas. A intenção não é reinventar a roda, mas fazer ajustes marginais.” completou.

E aí, ansioso para ter dólares na sua conta? Você acha que vai facilitar a entrada de investidores no País?
Você está sabendo que passaporte e cartão de crédito serão bloqueados para devedores? Não! Clique no post e saiba sobre essa história.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*