Empréstimo consignado: o que é e como funciona

Esta modalidade tem uma das menores taxas de juros do mercado. Saiba quem pode e como solicitar

Publicidade
Empréstimo consignado: o que é e como funciona
Alison Pitangueira
Alison Pitangueira

O empréstimo consignado ou crédito consignado é um tipo de empréstimo pessoal, cujo pagamento é descontado diretamente do contracheque ou do benefício recebido pelo INSS (no caso de beneficiários aposentados ou pensionistas). Podem ter acesso ao empréstimo consignado, os servidores públicos, os aposentados e os pensionistas, bem como os funcionários de empresas privadas (desde que conveniadas à instituição em que se contrate o crédito).

Devido à maior garantia de pagamento, já que é descontado direto do contracheque ou do benefício do solicitante, o empréstimo consignado é um dos créditos com maior facilidade e rapidez de contratação. Além disso, trata-se de uma das modalidades de crédito com uma das menores taxas do mercado.

Ficou interessado? Deseja saber mais sobre o assunto? Por que pedir um empréstimo consignado? Quem pode solicitá-lo? Quais os tipos de empréstimo consignado? Acompanhe tudo, na sequência, com a gente!

Por que fazer um empréstimo consignado?

O crédito pode ser um aliado ou um inimigo para o seu orçamento. Entenda quando vale a pena pegar empréstimo consignado ou quando esse crédito pode fazer você apenas se enrolar ainda mais. O crédito consignado é uma das linhas de crédito mais baratas do mercado. Por isso é uma mão na roda em várias situações. Quem trabalha com carteira assinada, é aposentado, pensionista do INSS ou funcionário público pode acessar o empréstimo com facilidade.

Apesar disso, é preciso que você tenha cautela, na hora de contratar. Fique atento ao seu funcionamento e às situações em que ele pode ser seu aliado ou inimigo. Para conseguir sair das dívidas ou realizar seus sonhos, às vezes é preciso ter algum tipo de crédito na praça.

Confira os prós e contras do empréstimo consignado para saber se este é o melhor caminho para você.

Vantagens do crédito consignado

Taxas de juros menores

Com taxas inferiores às das demais linhas de crédito do mercado, o consignado pode ser útil em uma situação emergencial. Alguns exemplos são a compra de um medicamento mais caro ou conserto de um vazamento de água em casa. Confira as taxas praticadas pelo mercado no site do Banco Central (https://www.bcb.gov.br/estatisticas/txjuros).

Prazos mais longos

As instituições financeiras costumam oferecer prazos de pagamentos mais longos no empréstimo consignado. Em alguns casos, os bancos oferecem até 120 meses para pagar.

Facilidade para contratar

Como o banco tem a garantia de recebimento, há pouca burocracia para contratar e a liberação do dinheiro é rápida. O ideal é que todas as suas dívidas não superem 20% do que você ganha. A não ser que você esteja financiando um imóvel: neste caso, o limite para suas dívidas é de 30%.

Desvantagens do crédito consignado

Risco de perder o emprego

Se você trabalha em uma empresa privada, caso fique desempregado, terá de quitar o empréstimo de uma vez só. A alternativa é trocar o consignado por outro empréstimo, que custa mais caro. Além disso, é comum o contrato de consignado prever o desconto de até 30% do valor recebido na rescisão. Atenção! Confira as regras com o banco antes de assinar qualquer contrato.

Dívida de longo prazo

Imprevistos acontecem o tempo todo. É preciso refletir se você conseguiria resolver o problema tendo o desconto do consignado todos os meses.

Você sabe qual é o melhor cartão para você?

Saiba mais

Quem pode fazer um empréstimo consignado?

Aposentados, pensionistas, servidores públicos federais, estaduais e municipais, trabalhadores CLT, ou seja, com carteira assinada, e militares das Forças Armadas. Vale lembrar que o trabalhador CLT precisa se informar se a empresa na qual trabalha oferece empréstimo consignado privado.

É importante destacar que nenhuma empresa é obrigada a oferecer o convênio como um benefício para seus empregados. Quem for contratar precisa ter idade entre 18 e 80 anos. Entretanto, as idades mínimas e máximas podem ser definidas pelos bancos e podem variar entre as instituições financeiras.

Qual é a diferença de empréstimo e cartão consignado?

Apesar de ambos terem como base o desconto do débito diretamente em folha de pagamento, empréstimo consignado e cartão de crédito consignado são diferentes em alguns aspectos, a começar por sua natureza. Enquanto no empréstimo o crédito convertido em valor é entregue diretamente ao solicitante, no cartão o crédito será utilizado para pagar sua fatura, acumulada durante todo o mês.

A consequência prática dessa diferença é a cobrança de juros menores por parte do empréstimo e, por parte do cartão, uma menor porcentagem do salário passível de consignação. Se comparado com o cheque especial, com o cartão de crédito convencional ou mesmo com o empréstimo pessoal, o cartão de crédito consignado se mostra a melhor opção. Por ser atrelado ao vencimento do cliente, garante ao operador a segurança de que o pagamento será realizado, o que permite a cobrança de juros inferiores aos das outras modalidades citadas.

Tipos de empréstimo consignado

Empréstimo consignado para aposentado

Este é um dos tipos de empréstimo consignado mais comum, e é voltado exclusivamente para aqueles que recebem aposentadoria, ou seja, contribuíram para a previdência social pelo tempo determinado, seja ela parcial ou integral. E também para aqueles que recebem o benefício de pensão, ou seja, dependentes de quem recebia aposentadoria. Entretanto, somente alguns tipos de pensão são consignáveis.

Para esta categoria é estipulada uma porcentagem máxima sobre os benefícios, sendo que o valor total destas parcelas não deve ultrapassar 35% do valor dos seus recebidos, seja benefícios, pensão ou aposentadoria.

Crédito consignado para negativado

Se você tem dívidas pendentes, esta é uma modalidade de crédito que vale muito a pena, já que possui juros menores se comparado a outros tipos de crédito e o valor é descontado diretamente do salário.

Dessa maneira, é possível utilizá-lo para quitar outras dívidas, mantendo apenas um empréstimo e ainda conseguir limpar o nome na praça, retomando vantagens como parcelamento em lojas e financiamento em outros bancos.

Você conseguiu o empréstimo consignado, mas não pensa em quitar a dívida? Pense bem, pois com taxas de juros e condições melhores, este empréstimo é bem mais vantajoso do que um crédito pessoal, com juros altos e um valor final de crédito bem mais caro.

Empréstimo consignado para servidor público

O Crédito Consignado para Servidores Públicos é uma modalidade de crédito disponível para servidores Federais, Estaduais e Municipais com baixas taxas e prazos longos, na qual as parcelas são descontadas diretamente da folha de pagamento.

Empréstimo consignado com FGTS

Como um consignado convencional, você também precisará seguir algumas regras para solicitar o empréstimo consignado com FGTS, de acordo com a Lei 13.313/2016. Dentre elas:

  • O limite de crédito disponível não pode ultrapassar 30% do seu salário;
  • Os juros do empréstimo podem chegar no máximo 3,5% ao mês;
  • Essa linha de crédito, diferente do consignado privado convencional, tem até 48 vezes para parcelamento da pendência;
  • A taxa máxima para garantia usando o FGTS é de até 10% do saldo disponível, além da multa rescisória (40% do saldo do FGTS), no caso de demissão sem justa causa.

Empréstimo consignado online

Faça uma simulação de empréstimo consignado online a partir do celular, computador ou tablet. No site do Banco Central existe um simulador gratuito. Com isso, é possível mudar os valores solicitados e prazos para pagamentos, para chegar a melhor proposta de crédito.

Saiba que as taxas podem variar em razão do Custo Efetivo Total (CET), que é o valor completo que você vai desembolsar com a contratação do empréstimo. Isso significa que, na pesquisa online, o consumidor deve ficar atento porque nem sempre uma taxa de juros mais barata tem um contrato com o menor CET.

Outro detalhe importante é que o empréstimo consignado pode ser oferecido por bancos, por instituições financeiras e correspondentes bancários. Quem oferece precisa estar cadastrado no Banco Central.

O que é margem consignável?

Margem consignável é o valor máximo que pode ser usado do seu salário para pagar um empréstimo. Segundo a lei 10.820/2003, nenhuma instituição pode assumir uma parcela de empréstimo que seja maior do que 30% da renda mensal do contratante.

Ou seja, durante todos os meses, a parcela precisa assumir até a porcentagem acima para que o empréstimo aconteça. Por exemplo, se você recebe mil reais mensais, a sua margem consignável é de uma parcela de R$ 300 por mês.

Como consultar a margem no portal do consignado?

O Portal do Consignado é uma ferramenta que unifica num só lugar as Entidades Consignatárias que oferecem empréstimo consignado à Servidores Públicos Estaduais do Governo de São Paulo, além de servidores de outros estados que também possuem o portal. Por meio do portal, o servidor pode realizar simulações, consultas sobre consignações e muito mais. Para ter acesso ao portal, você deve acessar o seguinte site text.

Para consultar a sua margem e empréstimos, é preciso fornecer algumas informações específicas (alguns casos online mesmo) e realizar o cadastro. As principais informações que são pedidas para liberar o seu acesso no portal e consultar a sua margem são usuário e senha de acesso. Caso você ainda não tenha cadastro, para ter acesso ao portal do consignado você precisa entrar em contato com seu o departamento pessoal. Já dentro do Portal do Consignado SP, você pode realizar a consulta de margem informando o CPF, matrícula/número do benefício no caso de aposentados e pensionistas do INSS.

Como calcular a taxa de juros de empréstimo consignado?

O primeiro passo para avaliar se o crédito consignado é realmente interessante é se atentar para o cálculo final do contrato, considerando não apenas as taxas de juros aplicadas, mas também o Custo Efetivo Total (CET) da operação.

Nem sempre as taxas de juros mais baixas são sinônimo de um CET menor. Portanto, sempre vale a pena acompanhar o CET de diferentes tipos de empréstimos para descobrir a melhor oferta. Dessa forma, é possível comparar as taxas de juros, os prazos de pagamento e condições de vários bancos.

Avalie, portanto, todos os custos que podem existir na operação, tais como:

  • O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF);
  • A Taxa de Abertura de Crédito (TAC);
  • Os Seguros;
  • Taxas administrativas em geral.

Antes de fechar um contrato, confira as taxas de cada instituição financeira no site do Banco Central.

Como simular o empréstimo consignado?

O simulador aberto a qualquer um está na calculadora do cidadão, no site do Banco Central. Você pode, por exemplo, descobrir quanto pagaria de prestação por mês se tomasse R$ 5.000 emprestados. Deixe em branco o campo "valor da prestação". Preencha o número de meses em que deseja pagar o empréstimo (por exemplo 24 meses), o valor financiado (R$ 5.000) e a taxa de juros mensal (por exemplo, 2,2% ao mês).

Ao clicar em “calcular”, o simulador informa o resultado das prestações mensais. Neste caso, o valor foi de R$ 270,38. Para saber a taxa de juros mensal, é possível encontrar uma tabela com os juros médios cobrados pelos bancos a cada mês.