Falhas no app “Caixa Tem” deixam beneficiários sem acesso ao FGTS

Quem está à espera de ter acesso ao saque emergencial do FGTS de até R$ 1.045 pode ter grandes problemas para encarar pela frente. Isso porque o aplicativo da Caixa Econômica Federal para sua conta digital, a Caixa Tem, apresenta filas de esperas de até 5 horas para seus usuários acessem o menu principal e solicitarem o saldo.

Além desses beneficiários que tentam acessar pela primeira vez, ainda há demais que precisam realizar ações comuns na plataforma, como pagamento de contas online ou até mesmo gerar o cartão de débito virtual.

Vale lembrar que é a partir da conta digital da Caixa que o benefício do saque emergencial do FGTS será pago. O saldo, inclusive, começou a ser liberado para os trabalhadores com contas ativas ou inativas em todo o país no último dia 29 de junho. Porém, devido à quantidade de acessos, que somam-se os do pagamento do auxílio emergencial, poucos são aqueles que têm acesso ao Caixa Tem.

Os trabalhadores apontam que estão esperando mais de uma hora para conseguir movimentar os valores. A funcionalidade do aplicativo permite que seus sistemos não fiquem sobrecarregados com um alto número de pessoas acessando ao mesmo tempo. Porém, o tempo de espera tem ultrapassado índices antes ainda não registrados.

Em comunicado, a Caixa Econômica Federal informou que registrou intermitência no aplicativo Caixa Tem e garantiu, no início da noite de terça-feira, que os acessos já estavam normalizados.

em virtude da implementação de melhorias para atender ao crescimento do volume de acessos simultâneos”, diz trecho do comunicado da Caixa.

O banco destacou ainda que está disponível 24h e já está analisando melhorias nas soluções de tecnologia detalhadas. Porém, é comum durante este período de grande solicitação, está observando esta demora.

Porém, ao entrarmos no app na noite desta quarta-feira (1º), a situação não estava resolvida. A resposta durante este período de pico é única: esperar. Nas redes sociais os relatos são mais diversos, incluindo também a necessidade de longas filas de espera.

“A diferença do caixa tem para a fila normal dos bancos é que aqui [no app] espero sentada já presencialmente espero em pé, por que os dois demoram do mesmo jeito”, comentou uma usuária no Twitter.

O que é o Saque Emergencial do FGTS?

Em março, o governo federal estipulou a possibilidade de saque emergencial por trabalhadores que têm contas ativas e inativas na Caixa Econômica Federal. Somando as duas, eles poderão sacar até um salário mínimo (R$ 1.045,00) do benefício. Os depósitos serão feitos em poupança social digital da Caixa Econômica Federal e têm início no dia 29 de junho seguindo até 21 de setembro.

Nesta fase, que não é a mesma do saque emergencial disponibilizado em 2019, tampouco do saque aniversário, que passou a vigorar neste ano, poderão receber o dinheiro todos os titulares de contas do Fundo de Garantia com saldo disponível, sejam contas ativas ou inativas.

Com o dinheiro na poupança social, os trabalhadores podem pagar boletos, contas de água, luz, telefone, fazer compras online com cartão virtual e em lojas físicas por meio de QR Code.

Os trabalhadores poderão realizar saques em espécie e fazer transferências para contas de em outros bancos só a partir de 25 de julho. A data de liberação em na poupança digital e para saques dependem do mês de nascimento do trabalhador. Abaixo, segue o calendário.

Calendário de pagamento do Saque Emergencial do FGTS
Teste 3

         
Da Redação
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*