Operador de Telemarketing Vira Dono de 3 Escolas de Inglês

Por: Eveline Miranda em 19/09/2019
Operador de Telemarketing Vira Dono de 3 Escolas de Inglês

Filho de um vendedor e uma costureira, o paulista Robson Costa começou a empreender desde cedo.
Aos 16 anos, já vendia picolé na rua e catava papelão para conseguir seu dinheirinho.
Em casa, ele conta que não faltava nada, mas eles eram muito humildes, “chegava o fim de semana e que queria dar uma volta, mas não tinha dinheiro, então arrumei um jeito de ganhar minha renda extra enquanto ainda estudava.”

Profissional de Alto Rendimento

Com essa mentalidade, assim que terminou o ensino médio, Robson começou a trabalhar como operador de telemarketing em uma escola de inglês em São José do Rio Preto, no interior paulista.  Mas pouco tempo depois, o negócio fechou.

Mas a boa notícia é que ele era um profissional e alto rendimento, daqueles que fazem mais do que a tarefa proposta, e trabalham com excelência.  Diante disso, os donos da escola de inglês estavam tão satisfeitos com seu trabalho que o indicaram para outra unidade em Campinas.

Imediatamente Robson aceitou o trabalho, se mudou para a outra cidade e passou a morar em uma república.
Ele foi tão bem sucedido em seu emprego que foi crescendo na empresa e não demorou muito para alcançar a posição de gerente e receber o convite para trabalhar em uma escola da Minds Idiomas em Santos. Prontamente ele largou tudo e mais uma vez recomeçou sua vida em outra cidade.

De Empregado a Patrão

Na unidade nova, Robson era vendedor na área de telemarketing da Minds Idiomas em Santos e sua principal função era captar novos alunos. “Eles sempre colocavam premiações diferenciadas para o melhor vendedor do ano, então resolvi fugir do padrão. Eu chegava às 8h e depois que o turno acabava eu pedia para ficar até as 22h, quando a escola fechava. Na sequência, chegava em casa e ficava até de madrugada mandando e-mails com ideias para aplicar na empresa”

Toda essa dedicação e serviço bem feito, rendeu ao funcionário Robson Costa o prêmio de melhor funcionário do ano de toda Rede de Idiomas. Como prêmio, Robson ganhou um carro de R$ 40 mil e em seguida juntou com suas economias e investiu para comprar sua própria unidade da rede. Sua principal motivação era ficar com os lucros ao invés de trabalhar para enriquecer outra pessoa.

Ele afirmou que via os donos das unidades crescerem profissionalmente e queria isso pra ele também, por isso ele se esforçou ainda mais : “estudei bastante o mercado e abri uma unidade em São Bernardo do Campo, que era a maior cidade do ABC, tinha muitas indústrias e um grande PIB”, justifica. Robson já tinha a veia empreendedora, o que confirma isso é que mesmo sem estudo superior ou experiência na área de administração ele se deu tão bem como empresário que, em menos de um ano recuperou todo o dinheiro investido na compra da franquia e ao final do segundo ano, juntou recursos o suficiente para abrir sua segunda unidade em São Paulo, no bairro Paraíso.

“Era um sonho antigo ter um empreendimento na capital paulista, mas o tamanho da cidade assusta um pouco. Porém, depois de ter sucesso em São Bernardo eu decidi fazer a tentativa. Hoje tenho uma terceira unidade, que funciona no bairro do Ipiranga”, acrescenta. Atualmente, o franqueado possui essas unidades e se organiza para visitar e estar presente em todas elas, “estou sempre nas três escolas e procuro estar a par de todas as situações. Penso que estar à frente do negócio é o segredo do sucesso”, diz.

Com um faturamento de R$ 200 mil por ano, Robson ainda planeja investir na expansão de mais unidades da Minds English School pois acredita no ramo e na importância do inglês para qualquer profissional, além da oportunidade de gerar bons empregos com as novas unidades.

Assim como Robson, muitas pessoas querem conquistar seu primeiro Milhão ,mas não sabem onde investir seu dinheiro. Veja aqui 5 nichos de negócios que crescem mesmo em meio a crise e descubra qual o seu perfil de investidor.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*