#FakeNews: Veja Quais São as Principais Notícias Falsas sobre o Coronavírus

Circulam pelas redes sociais muitas notícias falsas sobre o Covid-19, mas você sabe diferenciar uma notícia falsa da verdadeira? Aprenda como e veja as principais fake news que já circularam desde o início da pandemia

Por: Felippe Drummond em 30/03/2020
#FakeNews: Veja Quais São as Principais Notícias Falsas sobre o Coronavírus

Nos últimos dias, o Brasil entrou em um período de reclusão social que muitos estão chamando de quarentena, por causa do novo coronavírus (Covid-19). Durante a última semana, nas redes sociais circulam informações e vídeos a todo momento, quase sempre retratando as formas de contágio do vírus, como prevenir e, por incrível que pareça, fórmulas caseiras para curar esse vírus.

Na verdade, muitas dessas informações não são reais (a cura do vírus ainda não foi descoberta, por exemplo) e estão sendo usadas para disseminar o medo e ansiedade na população. Circulam pelas redes sociais muitas notícias falsas sobre o Covid-19, mas você sabe diferenciar uma notícia falsa da verdadeira? Aprenda como e veja as principais fake news que já circularam deste o início da pandemia

Para evitar o compartilhamento de fake news (notícias falsas), separamos algumas que provavelmente você já viu ou ouviu na web. Veja abaixo:

Características de Fake News

Geralmente, as mensagens mentirosas possuem algumas semelhanças, por isso, sempre fique atento e confirme a informação em fontes confiáveis quando notar os seguintes aspectos em uma mensagem nas redes sociais:

  • Tons alarmistas;
  • Dados Vagos;
  • Erros de Ortografia.

1 – Cerveja Corona transmite o Coronavírus

Talvez essa seja a maior e mais repercutida fake news que envolveu o Coronavírus tenha sido a de que a Cerveja Corona, homônima da doença pandêmica, transmitia o vírus para quem a bebesse. Pois bem, apesar de parecer brincadeira, várias pessoas compartilharam essa notícia falsa. E apesar da fake news, a cervejaria mexicana acabou sofrendo muito com a ignorância alheia, tanto é que sofreu um prejuízo de cerca de US$ 170 milhões (cerca de R$ 776 milhões), no período em que a doença está se alastrando pelo planeta.

2 – Loló e Cocaína podem matar o Coronavírus

Claro que é mentira. Transmitida principalmente pelo whatsapp, essa fake news surgiu como uma piada, onde as pessoas brincaram com o fato de que o álcool em gel ser uma dos principais formas de eliminar o vírus das mãos. Como essas duas substâncias ilegais têm o Ether em sua composição, ela acabaria inutilizando o vírus no organismo. Porém, não existe qualquer comprovação científica sobre o uso de drogas como loló ou cocaína no tratamento da doença. Ao contrário dessa falsa alegação, as drogas podem fragilizar ainda mais o sistema respiratório.

3 – O Coronavírus não afeta quem fuma maconha

Assim como a notícia do loló, outra droga que teve seu nome ligado a uma possível cura milagrosa ao Coronavírus foi a Maconha. A planta que gera debates intermináveis sobre sua legalidade, foi linkada como uma possível solução ao surto. Assim como o vírus, a notícia falsa de que usuários da cannabis, diferentemente daqueles que fumam cigarro comum, têm se mostrado resistentes ao coronavírus se espalhou pela internet rapidamente.

Porém é mentira, apesar de ter sido testada por cientistas, a planta não oferece nenhum tipo de combate a doença. Ao contrário, se compartilhada, as pessoas podem ajudar a transmitir o Covid-19, já que a saliva é uma das formas mais contagiosas. Apesar disso, nos Estados Unidos, onde a maconha está liberada para consumo recreativo em vários estados, os usuários da planta correram para estocá-la, não a toca o mercado registrou um aumento de incríveis 150% nas vendas se comparadas ao mesmo período, no ano passado.

4 – Água ou Chá Quente Matam o Coronavírus

Essa notícia afirma que um médico se mudou para Wuhan nos últimos meses a fim de pesquisar sobre o Coronavírus, e afirmou que o vírus é fraco e não resiste ao calor. Por isso, ao beber chá ou água quente, a pessoa consegue matar o vírus.

Por Que é Falso?

Por não compartilhar o nome do médico, a notícia já é suspeita, mas, para além, as informações sobre a incubação do coronavírus estão equivocadas. Por exemplo, só de sobreviver no corpo humano, o vírus já tolera uma temperatura de, em média, 36º C. Você acha que uma água quente iria matá-lo?

Além disso, o Ministério da Saúde adverte que, até o momento, ainda não há medicamento, chá, substância, vitamina ou vacina que possa prevenir a infecção pelo Coronavírus

5 – Medida Provisória 922 Determina Suspensão da Aposentadoria Dos Idosos Que Saírem na Rua

Essa informação é fake e está sendo espalhada nas redes sociais. Ela imita o padrão das notificações feitas pelo Governo Federal com uma mensagem que afirma que os idosos que saírem nas ruas até o dia 31 de março terão sua aposentadoria suspensa por tempo indeterminado. O texto diz ainda que filhos e netos do infrator que tenham mais de 18 anos serão responsabilizados com multa de R$ 1.045.

Por Que é Falso?

O primeiro ponto a ser questionado é a data da Medida Provisória de número 922 que, ao contrário do que foi citado (18/3), é de 28 de fevereiro de 2020, e em seu texto não há nenhuma menção ao livre acesso dos idosos às ruas brasileiras, assim como a penalidade por descumprimento do isolamento.

Outra mentira na notícia é que não existe multa para familiares de pessoas que descumprem a reclusão, inclusive porque a quarentena não é obrigatória, mas muito bem recomendada por médicos e pesquisadores.

6 – Ambev Está Distribuindo Álcool em Gel Grátis Para a População

Circula nas redes sociais uma mensagem com esse título e que manda os cidadãos a clicarem em um link, colocar o CEP e pesquisar qual o ponto de distribuição mais próximo de seu endereço.

Por Que é Falsa?

Na verdade, o disseminador dessa informação se aproveitou da últimas notícias que a cervejaria Ambev divulgou na última semana, afirmando que vai transformar etanol em álcool em gel e produzir meio milhão de unidades nas próximas semanas.

No entanto, essas unidades têm um destino: a área de saúde dos governos de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. A Ambev alerta: “Algumas mensagens estão circulando pelas redes sociais levando ao cadastro para retirada de álcool em gel em postos de recolhimento. Gostaríamos de alertar que nosso álcool em gel produzido será destinado para uso em hospitais públicos. Não clique em links suspeitos.”

7 – O Ministério da Saúde Está Fazendo Exames em Domicílio

Outra mensagem que está circulando nas redes sociais vem com um número de telefone, alegando que o Ministério da Saúde vai à sua casa quando você liga para os Centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) em caso de suspeita de Coronavírus.

Por Que é Falsa?

A mensagem acima apresenta quatro números de telefone, todos sem DDD, e em um país do tamanho do Brasil, nenhum número assim atende a demanda de toda a nação. Ao comparar os números com alguns CIEVS já conhecidos, a equipe do G1 questionou essas instituições para verificar as informações e recebeu a seguinte resposta: “O CIEVS-BA comunica que é falsa a informação divulgada nas redes sobre a coleta de exame domiciliar para Covid-19”, diz a nota do governo estadual. “O CIEVS não realiza coleta de exame domiciliar para Covid-19”, diz a nota da Prefeitura de Salvador.

8 – Vacina Canina Mostrada em Vírus é Para Novo Coronavírus Humano

Não sei se você assistiu ao vídeo citado, mas nele um homem apresenta uma caderneta de vacinação do seu cachorro com um adesivo da vacina “Vanguard HTLP 5/ CV-L”, destinada à prevenção de várias doenças, entre elas, o Coronavírus. “Meu cachorro está mais imunizado do que eu? Eles vêm falar agora que estão fabricando essa vacina? Me poupe. Esse vírus é antigo” ele diz.

Por Que é Falsa?

Essa vacina existe realmente, e foi fabricada pela Zoetis. Porém, o gerente técnico e de pesquisa aplicada para animais da empresa afirma que a mesma é destinada ao Coronavírus que já é conhecido há mais tempo, que afeta o sistema gastrointestinal dos cães.

“Então, esse coronavírus que já é conhecido do cão há bastante tempo, embora pertença à mesma família de coronavírus, não tem relação com esse coronavírus novo, que é o Sars coronavírus 2, que acomete humanos. Essa vacina serve só para prevenir a coronavirose canina. Essa vacina não serve para tratar pessoas que têm infecção pelo coronavírus”, diz.

Para completar, Rodrigo Cruz, médico veterinário formado na Universidade Federal Fluminense (UFF) e sócio-diretor do Lab&Pet, centro de apoio diagnóstico no Rio de Janeiro, explica a diferença entre os dois vírus:

“O coronavírus que ataca cães e gatos é da mesma família do que está atacando a população mundial, porém ele corresponde a um outro gênero, que é o gênero alphacoronavírus. O que ataca humanos é o gênero betacoronavírus. Só aí eles já diferem bastante um do outro. Depois do gênero, ele ainda se diferencia em espécies. Há o coronavírus canino e o coronavírus felino. Para humanos, ele vai se dividir no que se apregoa chamar de Sars COV, Mers-Cov e o Sars COV 2, causador da pandemia de Covid 19.”

9 – É Fake Foto Que Mostra Dezenas de Caixões Enfileirados e Afirma Serem de Vítimas do Coronavírus na Itália

Mais uma imagem tendenciosa nas redes sociais, onde mostra vários caixões lacrados em uma sala, com os seguintes dizeres: Vítimas do coronavírus são enterradas na manhã desta quarta-feira na Itália. Descansem em paz”.

Por Que é Falsa?

Ao pesquisar a verdadeira origem da foto, descobriu-se que a mesma foi feita em 2013, pelo fotógrafo Túlio M,Puglia, e se trata da morte de mais de 300 imigrantes africanos, que morreram em uma embarcação que pegou fogo próximo à ilha siciliana de Lampedusa.

4 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*