Quanto devo poupar ao longo da vida para a aposentadoria

Por: Da Redação em 09/02/2021 - 18h46

O futuro da Previdência Social é bastante incerto e com a Reforma da Previdência, a situação para quem pretende se aposentar ficou ainda pior. Mesmo para aqueles que podem contar com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), o valor do benefício não cobre todos os gastos da maioria das pessoas.

Para que você consiga chegar à aposentadoria em uma situação financeira sólida, é preciso começar a se planejar já agora para atingir este objetivo, e já programar o seu plano individual. Quanto mais cedo, melhor!

Embora guardar dinheiro para a aposentadoria não seja um hábito que muitos cérebros são programados para aceitar, saiba que isso pode ser decisivo para o seu futuro! Nunca é muito cedo para começar, pois nos investimentos, o poder dos juros compostos é o seu melhor amigo para multiplicar seu dinheiro. Ainda nem é tarde demais para você iniciar um plano.

Como em qualquer grande objetivo, podemos dividir o seu planejamento para a aposentadoria, em pequenas metas a serem alcançadas a cada década de vida.

Ficou interessado? Quanto dinheiro você precisa juntar, a cada década, começando dos 20 anos, indo até aos 60, para atingir uma aposentadoria tranquila e saudável? Como se planejar, já hoje, pensando no amanhã? Saiba estas e outras respostas bem interessantes sobre o assunto, na sequência deste post! Continue na leitura com a gente!

Planejamento dos 20 aos 30 anos

  • Meta de economia para aposentadoria: 1x seu salário por ano.

Guardar dinheiro para a aposentadoria aos 20 anos pode parecer um objetivo conflitante, uma vez que a aposentadoria ainda está muito longe. Porém, graças aos investimentos a longo prazo, estes são os melhores anos para você estabelecer uma base sólida de aposentadoria. Começando cedo, pode até ser possível se aposentar até mesmo antes do que você imaginou.

Aos 20 anos, enquanto você ainda dá seus primeiros passos no mundo do trabalho, a meta deve ser economizar uma vez seu salário anual até os 30 anos. Sendo assim, se você ganha R$ 36 mil por ano, o ideal é que você tenha economizado e investido em bons produtos esse valor até o final da década. Para isso, desenvolva um planejamento financeiro pessoal realista, que lhe permita atingir todos os seus objetivos.

Os especialistas também recomendam que as pessoas nessa faixa etária se concentrem em saldar dívidas, principalmente quando estão pagando um alto nível de juros. Fique atento a estes pontos chave:

  • Procure economizar 10% do seu salário;
  • Caso isso não seja possível, comece com menos e aumente gradualmente o valor conforme seu orçamento permitir ao longo do tempo;
  • Considere uma exposição maior nas ações, mas claro, sempre respeitando seu perfil de investidor.

Planejamento dos 30 aos 40 anos

  • Meta de economia para a aposentadoria: 3x seu salário por ano.

Aos 30 anos, a meta de economia até o final desta década deve ser três vezes seu salário anual. Sendo assim, para aqueles com um salário de R$ 36 mil por ano, o ideal é que até os 40 anos você tenha alcançado uma economia de R$ 108 mil.

Por volta dos 30 anos, se você ainda não tiver começado sua poupança, é a hora de levar mais a sério o seu planejamento financeiro pessoal. Essa década é geralmente marcada pelo crescente poder aquisitivo, no entanto, também aparecem mais demandas financeiras como gastos com a casa, filhos e muito mais.

Ajuste seu orçamento para refletir as mudanças nas realidades de receita e despesa e cumpra-o. Mantenha o foco na sua aposentadoria, seguindo alguns passos:

  • Economize pelo menos 15% do seu salário;
  • Continue aumentando a poupança até 20% da sua renda;
  • Considere manter a exposição robusta em ações, pelo menos 60%.

Planejamento dos 40 aos 50 anos

  • Meta de economia para a aposentadoria: 4x seu salário por ano.

O desafio nesta década é você não assumir grandes gastos que podem dificultar o cumprimento de seu plano de aposentadoria. Esteja em alerta máximo para alterações no estilo de vida. Um dos grandes desafios é que você controle a tendência de gastar mais à medida que ganha mais.

Planejamento dos 50 aos 60 anos

  • Meta de economia para a aposentadoria: 8x seu salário por ano.

Muitas pessoas usam os cinquenta anos para continuar ganhando e dar um impulso final às suas economias para a aposentadoria. Salvar o máximo possível continua sendo seu objetivo número um. Agora, no entanto, é também a hora de começar a ter uma noção de como está sua reserva para a aposentadoria.

Faça uma estimativa de sua renda de aposentadoria, a idade com que quer se aposentar e a renda mensal. Ainda está em tempo de ajustar suas finanças e seus investimentos para uma aposentadoria tranquila.

Planejamento dos 60 anos em diante

  • Meta de economia para a aposentadoria: 10x seu salário por ano.

A aposentadoria está se aproximando rapidamente. Dependendo do seu planejamento inicial você pode esperar mais alguns anos ou pode estar finalizando planos para sua transição. Mesmo nesta fase não é tarde demais para dar um impulso final à sua pensão.

Com o avançar da idade, alguns gastos tendem a diminuir, como, por exemplo, casa e filhos. Porém, outros tendem a aumentar, tal como gastos com saúde e remédios. Por isso, readapte seu planejamento para a nova realidade.

Se possível, continue guardando dinheiro por mais alguns anos, já que há uma boa chance de você ainda estar vivo aos 90 anos. Ou seja, são quase 30 anos vivendo de renda. Alguns conselhos para você manter em mente durante esta década:

  • Considere economizar mais de 15% de sua renda;
  • Explore uma abordagem mais equilibrada para a alocação de ativos com uma exposição em ações de 40% a 50%;
  • Observe mais de perto como ficará seu orçamento na aposentadoria.

Viver de renda

Se você seguir o planejamento para a aposentadoria década por década, aos 70 anos, ou antes, estará vivendo de renda. Esta é a hora de você desfrutar de todo planejamento e aproveitar uma velhice financeiramente tranquila.

Princípios para uma aposentadoria de sucesso

Dois fatores terão o maior impacto em sua capacidade de atingir seus objetivos de aposentadoria de longo prazo:

  • Quanto você economiza;
  • Por quanto tempo economiza.

Por isso, um fator chave para alcançar uma aposentadoria tranquila é economizar o máximo durante seus anos de trabalho. Comece cedo e deixe o poder dos juros compostos trabalhar por você. Existem diversas maneiras de você estimar o quanto precisa para se aposentar com o mesmo padrão de vida.

A maioria dos especialistas sugere uma economia de 10% a 15% de sua receita anual bruta a cada ano. Se você é casado, é essencial abordar o planejamento do casal e familiar, ao invés de um individual. Veja alguns pontos importantes no seu planejamento para a aposentadoria:

Faça seu plano de aposentadoria

Defina sua meta e elabore um plano de aposentadoria. Não importa se você tem pouco dinheiro ou outros objetivos. A aposentadoria deve ser uma de suas prioridades. Pode começar com pouco e ir aumentando gradativamente os aportes. O importante é começar.

Utilize o tempo a seu favor

Economize e invista com base no seu horizonte de tempo. Para manter sua estratégia no caminho certo, certifique-se de ter uma boa reserva de emergência para um curto prazo, que possa cobrir eventualidades, sem precisar mexer nos seus investimentos.

As coisas boas vêm para aqueles que esperam. O mercado de ações é assim. Embora possa ter um dia, semana, mês ou mesmo ano ruim, a história sugere que os investidores têm menos probabilidade de sofrer perdas em períodos mais longos.

Faça um planejamento para uma vida longa

Quanto mais você vive, mais tempo seus investimentos devem durar. Pelo menos um membro de um casal de 65 anos tem 90% de chance de viver até os 80 anos ou mais.

Se você está bem de saúde aos 65 anos e tem um histórico familiar de longevidade, seu plano de aposentadoria deve contabilizar cerca de 30 anos ou mais de despesas de subsistência. Isso significa que seus investimentos precisam continuar crescendo muito depois de você parar de trabalhar para acompanhar a inflação.

Seja flexível

Seja flexível com sua renda de aposentadoria. Como você investe e quanto pode gastar de forma consistente na aposentadoria são interdependentes. Investir de forma muito conservadora ou muito agressiva coloca uma carteira em risco.

Ao invés de manter uma combinação estática de investimentos ou retirar um determinado valor a cada ano, você pode considerar uma abordagem mais flexível. Isso permite se ajustar conforme as circunstâncias mudam, refletindo melhor como suas receitas e gastos mudam à medida que você envelhece.

Existem diversas alternativas de investimentos para aposentadoria. No longo prazo, o investimento em ações provou ser o melhor deles.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*