Quem Deve Bancar o Custo do Homeoffice?

Internet, energia elétrica, software, hardware, além da adequação e estruturação do meio de trabalho – essas despesas devem ser somente do trabalhador?

Por: Da Redação em 24/01/2021

A pandemia fez com que todo o planeta mudasse os seus hábitos de vida. Nos obrigou a nos afastar, influenciou nossos relacionamentos, o tempo que passamos em casa e alterou a nossa forma de trabalhar. 

Segundo dados divulgados pela Agência Brasil, 46% das empresas brasileiras adotaram o home office durante o período de pandemia.

A expectativa é de que cerca de 70% das empresas mantenham este formato de trabalho mesmo ao fim dela, seja de forma integral ou parcial.

O Que Significa Home Office?

Home Office é um termo que significa: trabalhar em casa.

Neste modelo de trabalho, o funcionário cumpre todas as suas obrigações e se reúne com seus colegas de trabalho remotamente.

Recém adotado por empresas brasileiras, o Home Office permite que o trabalhador cumpra com suas obrigações de qualquer lugar, sem precisar ir até a empresa para trabalhar, dando a ele mais flexibilidade e poupando-o de longas horas no trânsito, por exemplo.

Vantagens e Desvantagens do Home Office

Vantagens:

  • Maior flexibilidade
  • Alimentação planejada em casa
  • Mais tempo com a família
  • Sem tempo perdido com deslocamentos
  • Economia para a empresa de aluguel, luz, água, etc.
  • Aumento da produtividade, poiso profissional tende a estar mais descansado.

Desvantagens:

  • Dificuldade em separar a vida pessoal/profissional
  • Sensação de isolamento
  • Distância entre as equipes, o que pode trazer dificuldade na comunicação
  • Maior distração com barulhos, crianças, animais de estimação, etc.
  • Ausência de um lugar de concentração para focar no trabalho

Vantajoso Para Quem?

O home office pode ser vantajoso tanto para a empresa quanto para o funcionário. Mas um Projeto de Lei em tramitação na Câmara dos Deputados estabelece a criação de um auxílio para os trabalhadores que estiverem em home office.

O Projeto de Lei 5341/20, de autoria do deputado Márcio Marinho, do Republicanos da Bahia, institui o auxílio home office. Esse projeto prevê que o empregador deverá pagar ao empregado para custear as despesas do trabalho realizado em residência.

O PL de Marinho prevê o pagamento deste auxílio no mês seguinte à comprovação das despesas e permite ainda que seja pago juntamente ou não ao salário.

Estão previstos no texto do Projeto o pagamento de despesas como internet, energia elétrica, software, hardware, além da adequação e estruturação do meio de trabalho, como materiais imprescindíveis para realizá-lo. 

Segundo o PL, o empregador deverá arcar com 30% dos gastos comprovados pelo empregado.

O texto do projeto determina ainda que o benefício não tem natureza de salário e não deve ser considerado assim, como uma incorporação à remuneração, e também não deve incidir na contribuição previdenciária do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Se esse projeto vai ou não sair do papel é cedo para dizer. O modelo de trabalho, no entanto, mostrou para muitos empregadores que é possível ter escritórios mais funcionais e oferecer estímulos para que os profissionais escolham de onde querem trabalhar.

Ainda assim, muitas vezes, quem está pagando a conta do home office é o empregado.

Dicas Para Melhorar Seu Home Office

1 – Crie Um Espaço Adequado

Uma mesa específica, uma cadeira confortável e boa internet já é o suficiente para começar. Ao separar um local para trabalhar em casa, você está dizendo ao seu corpo que quando estiver ali, é hora de produzir e focar, evitando assim, maiores distrações.

2 – Desligue as Notificações do Celular

Em seus momentos de concentração, acostume-se a desligar as notificações de mensagens e redes sociais, para evitar perder tempo conferindo o celular. Após um tempo determinado, confira se recebeu algo importante e logo depois volte a ser produtivo.

3 – Tenha Uma Rotina Estabelecida

É importante que toda a sua família saiba que você está trabalhando e que há um tempo para isso. Acostume-se a ter um horário certo de fazer suas tarefas pessoais, assim como as profissionais. Assim, mesmo dentro de casa você conseguirá alcançar um equilíbrio.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*