O Salário Mínimo Aumentou Para Quanto em 2021? 

O presidente aumentou o salário mínimo acima do esperado. Saiba os agravantes para 2021.

Por: Da Redação em 10/01/2021 - 08h23

O novo piso do salário mínimo consta na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviada ao Congresso no mês de dezembro.

A previsão inicial do governo era de um reajuste de R$ 42,84 (4,02%), passando de R$ 1.045 para 1.087,84.

Porém, recentemente, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estabeleceu um salário mínimo de R$ 1.100,00, proporcionando um aumento nominal de 5,26% em relação aos vencimentos atuais, e com ganho real de 1,2% 

A decisão do presidente iria contra uma declaração de Paulo Guedes, ministro da economia, que havia fortemente recomendado que o salário mínimo não sofresse nenhum tipo de reajuste, pois ‘condenaria as pessoas ao desemprego’ em um momento tão desafiador para a economia global. 

Qual Deveria Ser o Valor Ideal do Salário Mínimo? 

Mesmo assim, o valor ainda é tímido aumento expõem ainda mais a diferença entre o piso em vigência e o  que realmente é necessário para a sobrevivência das famílias brasileiras. Quem interpreta a mudança dessa forma é o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Segundo o departamento, o valor ideal do salário mínimo para manter uma família de quatro pessoas deveria ser de  R$ 5.289,53.

O estudo do Dieese leva em consideração a cesta básica mais cara de 17 capitais brasileiras, além de outros valores que influenciam diretamente na renda do trabalhador brasileira, como saúde, moradia, educação, transporte, dentre outros. 

O que vem acontecendo desde 2019 é que o salário mínimo vem sendo reajustado de acordo com apenas um indicador: o INPC, que é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

Dessa maneira, o governo vem tentando preservar o poder de compra mínimo do trabalhador. O cálculo é feito, então, levando em conta a correção da inflação passada.

Assim, o que o trabalhador recebe lhe dá acesso apenas permite que ele e sua família consumiram no início do ano passado. 

A ponta mais fraca dessa corrente é que fica mais vulnerável.

Os mais pobres são sempre os mais impactados, pois veem seu poder de compra caírem de forma considerável, especialmente quando se deparam com a necessidade de aquisição de produtos essenciais, como os vendidos em supermercados de todo o Brasil. 

Agravantes Para 2021 

Apesar da esperança de dias melhores com a virada de ano e a chegada de vacinas para trazer o mundo de volta à normalidade após um 2020 fortemente impactado pela pandemia do novo coronavírus, o trabalhador brasileiro precisa se precaver.

Sem o auxílio emergencial, deveremos ver uma corrida por oportunidades no mercado de trabalho, o que deverá acentuar também o desemprego, já que a assistência do governo federal inibiu, de certa forma, uma procura mais acentuada por vagas de trabalho. 

Outro fator extremamente importante é que a recuperação da economia não deverá acontecer de forma tão rápida.

Pelo contrário. Ela deverá ser lenta e gradual. Algumas cidades brasileiras, por exemplo, têm encontrado um cenário de aumento dos casos de coronavírus, o que pode fazer com que governantes voltem a adotar medidas restritivas justamente no início do ano, buscando inibir a circulação de pessoas. 

Por Que o Pessimismo Anda Rondando em 2021? 

A resposta para esta pergunta passa pelo governo federal e o elevado déficit público no país. Para que você entenda melhor, o governo está com as contas no vermelho. A dívida chega ao tamanho do PIB (Produto Interno Bruto). 

Para mudar essa história, o caminho é reduzir o débito público, permitindo que o Estado retome sua capacidade de consumo e investimento. Para conseguir isso, o governo precisa juntar forças com iniciativa privada para aquecer o mercado de trabalho.”

O preço Dos Alimentos Vai Subir em 2021? 

A projeção é que o aumento deva ser menor. Todavia, ainda assim, haverá uma elevação.

Essa variação de preços vai impactar diretamente no orçamento de famílias que dependem do salário mínimo para sobreviver, e que membros perderam seus empregos durante a pandemia do novo coronavírus.

Dessa maneira, as famílias brasileiras devem buscar se manter com o orçamento que tiveram em 2020. 

Como Foi Instituído o Salário Mínimo no Brasil? 

O salário mínimo surgiu no Brasil no século passado, mais precisamente na década de 1930.

Ele se originou da promulgação da Lei de nº185 em janeiro de 1936 e decreto de lei em abril de 1938.

No dia 1º de Maio o então presidente Getúlio Vargas, fixou os valores do salário mínimo que começou a vigorar no mesmo ano.

A necessidade desse valor único se deu porque existiam 14 salários mínimos diferentes no Brasil, sendo que na capital do país, o Rio de Janeiro, o salário mínimo correspondia a quase três vezes o valor do salário mínimo registrado no nordeste, por exemplo. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*