Serasa Prorroga Feirão Limpa Nome Até 21 de Dezembro

Saiba tudo sobre este evento e comece o ano com dívida zero!

O Feirão Serasa Limpa Nome, que possibilita que consumidores negociem dívidas com mais de 50 empresas com desconto, foi prorrogado até o dia 21 de dezembro.

O atendimento à população está sendo feito pelos canais oficiais digitais do Serasa, já que o presencial está suspenso desde março por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

De acordo com o Serasa, mais de quatro milhões de débitos já foram negociados. Além disso, os descontos podem chegar a até 99%. Mais de 60 milhões de dívidas, no entanto, ainda estão abertas. O Feirão conta com mais de 50 empresas parceiras.

Em Quais Canais Consigo Negociar Minha Dívida?

O consumidor pode acessar o serviço pelo site e app oficiais do Serasa e, dessa vez, o Feirão conta com mais dois canais oficiais de negociação: o WhatsApp e o número de telefone.

O Serasa alerta para que o processo seja feito de forma segura e que o consumidor evite fraudes.

Como Funciona o Feirão Serasa Limpa Nome?

A possibilidade de quitar as dívidas com descontos de até 99%, colocar as contas em dia e voltar a ter crédito no mercado em menos de 15 dias úteis é o grande atrativo do maior Feirão Limpa Nome da história.

Mais de 50 empresas entre bancos, universidades, redes de telefonia, recuperadoras de crédito e lojas de departamento se uniram à Serasa para oferecer descontos especiais a endividados até o dia 21 de dezembro.

As ofertas são as mesmas tanto online, quanto nos pontos de atendimentos especiais, mas a Serasa recomenda a negociação via site ou app, evitando filas e aglomerações.

O Brasil tem hoje 63 milhões de inadimplentes. De acordo com Aline Maciel, gerente da Serasa Limpa Nome, a dívida média do brasileiro é de R$ 3.936,23.

Além da possibilidade de quitação de débitos de pessoa física, o Feirão Limpa Nome ainda oferece a oportunidade para negociação de dívidas de CNPJ e é bom ressaltar: a chance de regularizar seu nome é agora, pois não há previsão de outro feirão similar.

Como funciona o Feirão Limpa Nome Serasa?

O Feirão Limpa Nome é uma ação em que a Serasa, em parceria com muitas empresas participantes, oferece a possibilidade de os consumidores quitarem suas dívidas com até 99% de desconto.

Cada empresa possui um critério diferente: valor da dívida, tempo em que ela foi feita e tipo de dívida (cartão de crédito, cheque especial, varejo, telefonia, entre outros).

Após a negociação, o consumidor poderá pagar seu acordo por lotérica, agências bancárias e/ou aplicativo do banco desejado.

E Quais Empresas Participam?

São mais de 50 parceiros disponíveis na lista do órgão de proteção ao crédito. A relação completa está disponível neste no site do Serasa.

Como Consultar Suas Dívidas do Serasa?

Basta acessar os canais digitais da Serasa usando o site, aplicativo, WhatsApp no número: 11-99575-2096, ou pelo telefone 0800-591-1222.

Em seguida, fazer uma consulta pelo seu CPF e verificar se há alguma dívida com oferta disponível. São mais de 50 empresas de vários segmentos, como bancos, varejo, financeiras, telefonia, entre outros.

Que Tipo de Dívidas é Possível Renegociar?

Qualquer uma que tenha oferta disponível nos canais da Serasa. Lembrando que os descontos chegam até 99% do valor total da sua dívida!

Dá Para Limpar o Nome de Graça ou Com R$ 100?

O Feirão Serasa Limpa Nome tem descontos de até 99%, mas também oferece uma ação especial dentro do evento: mais de 10 milhões de dívidas poderão ser quitadas por até R$ 50.

É Possível Negociar Dívidas Caducas?

Sim, mesmo as dívidas prescritas, que têm mais de cinco anos, podem ser negociadas no Feirão Serasa Limpa Nome. Essas dívidas não aparecem na consulta da Serasa, mas os credores ainda podem fazer a cobrança. E, por isso, é possível negociar essas dívidas no Feirão.

O Feirão da Serasa é uma oportunidade de resolver as pendências de forma simples e fácil. Principalmente para quem não sabe mais como está a situação da dívida.

Quantos Dias Demora Para Meu Nome Sair da Serasa?

Após o pagamento da dívida, as empresas têm cinco dias úteis para comunicar os birôs de crédito, que, por sua vez, têm mais sete dias úteis para tirar o registro dos bancos de dados.

         
Alison Pitangueira
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*