Compras em Viagens Internacionais: Usar Dinheiro ou Cartão?

Essa dúvida sempre aparece: como utilizar melhor o nosso dinheiro no exterior? É melhor utilizar o cartão de crédito ou se manter no dinheiro vivo? Saiba melhor como proceder no texto abaixo

Por: Eveline Miranda em 24/05/2019 - 15h00

Destino planejado, passagem comprada e hotel agendado. E o dinheiro? Como vou levar? Se é que vou levar algum. Sim, você vai levar dinheiro e cartão, afinal, como diz o ditado “o precavido morreu de velho”. Como existem limites e taxas de conversão, você deve saber qual usar em cada momento, já que são métodos de pagamento que agem de formas diferente.

Dica: Leve seu dinheiro vivo e passaporte junto ao corpo em uma doleira. Isso facilitará bastante sua vida em não ter que se preocupar com seus bens mais preciosos.

Use sempre doleira em suas viagens internacionais, ainda mais que várias pessoas perdem passaporte, passagens e outros documentos importantes.

Cuidado com o câmbio

Você perderá dinheiro no câmbio e isso é um fato, aceite. Nós, como vamos viajar, não conseguimos a cotação comercial da moeda, sempre uma variação para turismo. Ainda temos que pensar nos impostos que incidem na negociação da moeda estrangeira, o que faz o valor convertido ser menor ainda.

Vale a pena pesquisar antes de trocar: É melhor fazer o câmbio aqui no Brasil ou no país de destino? Inclusive porque algumas moedas de menor circulação são mais difíceis de acharmos no Brasil e por isso tem piores cotações.

Dica: Muitas vezes vale fazer uma primeira conversão para dólar no Brasil e uma segunda para a moeda estrangeira no país de destino.

O real tem pouca circulação e é muito desvalorizado nos países de economia forte, por isso o câmbio pode ser desfavorável se trocado lá.

 

Usando dinheiro

Câmbio

  • Compra de moeda estrangeira com papel moeda real, sofre imposto de 0,38% sobre o valor negociado.
  • Compra de moeda estrangeira com cartão de crédito sofre imposto de 6,38%. O que torna pior para negociações entre as moedas.

Emergências

  • Em qualquer lugar do mundo o dinheiro é aceito com maior facilidade e rapidez do que cartões.

Vale lembrar que por mais que dinheiro tenha suas vantagens, seu volume se torna um incômodo muito maior e aumentam as chances de você ser furtado ou roubado, mesmo usando uma doleira.

Usando cartão de crédito

Mesmo o cartão de crédito sendo um must have em viagens internacionais, o dinheiro ainda consegue melhores taxas de câmbio.

Câmbio

  • Os bancos geralmente cobram o dólar na fatura acima do comercial, além do IOF.
  • Se a moeda local não for o dólar, o problema aumenta. Primeira haverá uma conversão para o dólar e depois outra para real. Assim você perderá dinheiro duas vezes.

Compras

  • O cartão de crédito consegue parcelar a compra, amenizar uma viagem internacional ao longo dos meses. Por mais que você pague cerca de 6% a mais em impostos, você poderá dividir em várias vezes.
  • Vale lembrar que com o cartão de crédito você ainda pode acumular milhas e pontos em programas de pontuação.

Segurança

  • Menos incômodo, peso e volume para chamar atenção de pessoas má intencionadas.
  • Mesmo se você perder ou alguém roubar, ninguém conseguirá usar sem sua senha particular.

Conclusão

Cada meio de pagamento tem suas vantagens e desvantagens claras.  Mais do que isso, eles se complementam em objetivos de curto e de longo prazo. Compras de menor e maior valor.

Já decidiu se na próxima viagem vai usar dinheiro ou cartão? Agora ficou fácil!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*